X

CBT quer organizar de 6 até 8 torneios nacionais e pré-temporada

Sábado, 02 de maio 2020 às 15:17:44 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Em entrevista à Rádio Gaúcha/ZH neste sábado, o tenista Marcelo Demoliner, 48 do mundo e do Instituto Tennis Route, contou que a Confederação Brasileira de Tênis vem buscando realizar um circuito nacional.

Em meio à pandemia do coronavírus e aos adiamentos que o circuito mundial vem sofrendo - prazo de retorno deve ir para 3 de agosto -, a entidade brasileira teve uma conversa recente com os tenistas onde planeja pré-temporada possivelmente em Florianópolis, na sua sede, e um circuito nacional fortalecido assim que for permitido pelas condições sanitárias.

"A ideia é quando tivermos algo concreto fazer duas a três semanas uma pré-temporada com todos os brasileiros, acredito que seja em Florianópolis, fazer que todos os brasileiros treinem, troquem informações, comecem a reativar o corpo para voltar às competições, daí depois teríamos um circuito de seis a oito torneios, de quatro a cinco dias por torneios, simples e duplas. Eles estão pensando e em modalidades também. Não sei se vocês conhecem o World Team Tennis nos EUA que já joguei há dois anos, bem bacana, tem simples, duplas, duplas mistas, jogos curtos. Com essa pandemia a televisão ficou sem grade, eles estão negociando com canais de TV para terem jogos inseridos nas grades. Esses torneios serão de portões fechados, então estão negociando com as emissoras se é viável para cada lado," disse Demoliner que se disse a favor da união da ATP e da WTA proposta por Roger Federer e endossada por Rafael Nadal. O gaúcho também quer a inserção da ITF.

"Estamos em um tempo de várias mudanças que podem ser benéficas ao nosso esporte, Federer e Nadal falaram de uma união entre ATP e WTA,acharia interessante ter essa união tamvbém com a ITF que hoje compete com a ATP, seria benéfica para todo o mundo tenístico. Nosso circuito é muito diferente de outros esportes como NBA e futebol. A ATP, Associação dos Tenistas Profissionais,  organização dos jogadores, o voto maior é sempre dos torneios, não temos tanta voz lá dentro, essa é uma hora que podemos tentar mudar com toda essa pandemia".
banner
banner