X

Kyrgios entra em nova quarentena e pode ser suspenso por 4 meses

Quinta, 26 de setembro 2019 às 07:04:15 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A ATP concluiu nesta quinta-feira as investigações de Nick Kyrgios em partida pela segunda rodada do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, onde já havia sido multado em US$ 113 mil, mais de R$ 440 mil. 



Leia Mais:

Kyrgios leva R$ 440 mil de multa por cuspir em juiz

 

A investigação conduzida por Gayle David Bradshaw, Executivo e vice-presidente de regrase competição, concluiu que o jogador cometeu comportamento agravado como grande ofensa no código de conduta da entidade.

O jogador xingou os oficiais e espectadores e recebeu as seguintes de multa de US$ 25 mil (mais de R$ 100 mil), uma suspensão de 16 semanas, o equivalente a quatro meses e um período probatório de seis meses que começa na próxima segunda-feira após ter aceito a determinação.

Tanto a multa quanto a suspensão só serão aplicadas se Kyrgios cometer as seguintes ofensas nos próximos seis meses em torneios ATP ou challengers: não cometer mais violações de código que resultem em multa por abuso verbal ou físico aos diretores, público ou qualquer pessoa dentro ou fora de quadra nos torneios ou conduta anti-desportiva como cuspir contra um oficial, espectador ou outra pessoa durante ou logo após uma partida ou fazer gestos obscenos para um oficial. Ele terá que continuar com um uma ajuda de um psicólogo durante os torneios ATPe suporte durante o período de novembro e dezembro de pré-temporada.

A punição da multa de US$ 25 mil e as 16 semanas serão revogadas ao fim dos seis meses de quarentena. O tenista ainda tem cinco dias para apelar da decisão.