X

Marcos Baghdatis faz até chover, elimina Nalbandian e está na Final

Quinta, 26 de janeiro 2006 às 09:40:11 AMT

Link Curto:

Marcos Baghdatis II
O feriado decretado pelo governo do Chipre vai se prolongar até o domingo, data da final do torneio. Isto porque o tenista deste país Marcos Baghdatis, número 54 do mundo, eliminou o argentino David Nalbandian por 3/6 5/7 6/3 6/4 6/4 e chegou a decisão do Australian Open 2006. Um feito inédito para o tenista de 20 anos que se torna o quinto mais jovem a chegar a decisão em Melbourne.


Baghdatis buscará ser o segundo tenista a conquistar o título do Aberto da Austrália tanto no juvenil como no profissional (ele venceu no juvenil em 2003). O primeiro a quebrar esse jejum foi o lendário sueco Stefan Edberg.

Baghdatis nada mais nada menos que derrotou quatro favoritos ao título, sendo três grandes candidatos. Na segunda rodada passou pelo tcheco Radek Stepanek. Nas oitavas fez 3 sets a 1 no americano Andy Roddick, segundo pré-classificado no torneio. E nas quartas eliminou Ivan Ljubicic, número oito do mundo.

A derrota representa o fim do sonho para Nalbandian. Ele poderia ter alcançado o terceiro posto do ranking com a passagem à final.

Na decisão Marcos vai enfrentar o vencedor do duelo entre o suíço Roger Federer, número um do mundo, e o alemão Nicolas Kiefer, número 25.Mesmo se for derrotado, o cipriota garantirá um lugar no mínimo entre os 30 melhores do mundo, representando uma escalada de quase 30 posições no ranking de entradas.

O primeiro set apresentou quebras logo no início, uma para cada lado. Na sequência ambos se manteram equilibrados. Todavia, no oitavo game, o argentino aproveitou uma oportunidade abriu vantagem e fez 6/3.

Nalbandian começou com tudo na segunda parcial. Deslocando Baghdatis de uma lado para outro logo na devolução, o argentino quebrou duas vezes o adversário e abriu 5/1. Quando tudo parecia muito tranquilo, bastou uma quebra para levantar o cipriota no set. Ele tornou a vencer o game de David e empatou o set em 5/5. Mas Nalbandian acordou, voltou a jogar o bom tênis que o levou ao Top 5 e venceu por 7/5.

No terceiro set Baghdatis equilibrou a partida no início e conquistou uma quebra importante no começou. Motivado e com o apoio da torcida de nove tios e quase 30 primos gregos e cipriotas, Marcos manteve a quebra até o fim e fechou o set em 6/3.

A tônica do quarto set foi a mesma do terceiro. Nalbandian parou de deslocar o adversário como fez nas duas primeiras parciais. Com a confiança lá em cima, a zebra do torneio quebrou no terceiro game. Sacando muito bem, não deu chances a David e fez 6/4.

O quinto e decisivo set apresentou dois tenistas muito cansados em quadra e um show de quebras de serviço. Nalbandian começou firme do fundo e vibrando ao quebrar o saque do oponente e fazer 2/0. Mas, o tenista do Chipre buscou a reação empatou o jogo e viu novamente seu saque ser quebrado no quinto game. O argentino abriu 4/2, mas errando demais permitiu a virada de Baghdatis que quando sacava para fechar o jogo em 5/4 viu a chuva cair com intensidade e parar a partida. No retorno, cerca de 15 minutos depois, o cipriota fechou a partida em seu segundo match-point.
banner
banner