X

Djokovic: 'Roland Garros é meu maior objetivo'

Segunda, 18 de abril 2022 às 12:10:03 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Novak Djokovic está em casa nesta semana, para a disputa o ATP 250 de Belgrado. O evento acontece no Novak Tennis Centre, espaço administrado justamente pelo número 1 do mundo.



Leia mais:

Djokovic mantém liderança na ATP. Zverev corta vantagem e entra na briga

Sendo um dos principais responsáveis pela competição, ainda que também a dispute como atleta, o sérvio não esconde o desejo de expandir o torneio no futuro.

Por enquanto, o ATP 250 de Belgrado é realizado de forma alugada. O objetivo de Djokovic é comprar a data em definitivo e, com isso, fortalecer ainda mais o evento.

"O primeiro passo é termos a licença definitiva da data. Buscamos garantir também que os jogadores tenham tudo que precisam, com qualidade nas quadras, na academia. Uma boa alimentação e acomodações. No futuro, poderemos pensar em nos tornar um ATP 500", destacou.

Em Belgrado, Nole disputará seu terceiro torneio em 2022. Com as restrições impostas por não ter tomado a vacina, o tenista ficou fora dos grandes eventos na Austrália e nos Estados Unidos.

Na última semana, caiu na estreia do Masters 1000 de Monte Carlo, para o espanhol Alejandro Davidovich Fokina. O objetivo do sérvio é ganhar tempo de quadra para se preparar melhor para Roland Garros.

"Eu não estava pronto em Monte Carlo, tenho noção disso. Preciso de jogos, preciso estar em quadra. Roland Garros é o principal objetivo e espero estar preparado da forma ideal até lá", concluiu.

Com bye na primeira rodada, Djokovic estreia direto nas oitavas em Belgrado. Ele espera o vencedor do duelo sérvio entre Laslo Djere (50º) e o jovem Hamad Medjedovic (473º), convidado de 18 anos.

Ele apontou que o Aberto da França está como seu maior objetivo mesmo com o ano ruim e com poucos jogos até aqui.

"Estou muito ansioso. Preciso de mais jogos para chegar ao nível que quero. Ontem fiz quatro treinos, dois de físico e dois de tênis, estava um pouco cansado. Aproveito todos os momentos livres que tenho para me preparar fisicamente. Isso é especialmente importante para o saibro: não estava preparado em Monte Carlo, estou ciente disso, ainda sinto falta do ritmo do jogo, principalmente. Há uma grande diferença entre jogar pontos no treinamento e jogar competitivo Espero poder jogar mais jogos aqui do que em Mônaco, espero receber o apoio do público, algo que significa muito para mim, como o que recebi na Copa Davis em 2010 ou no ano passado antes de Roland Garros . Eu nunca tinha jogado um torneio na semana anterior a Roland Garros, mas foi uma ótima decisão, pois precisava desse incentivo indo para Paris e a torcida me deu. Roland Garros é meu maior objetivo nesta superfície, quero estar totalmente preparado quando chegar a Paris. Isso não é Muda a forma como encaro este torneio, quero ir o mais longe possível e ganhar o título é sempre a minha ambição."

banner
banner