X

Aliassime se junta a João Sousa no ATP de Estoril

Quarta, 05 de fevereiro 2020 às 09:56:52 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Número 21 do mundo e jovem de 19 anos, Felix Aliassime é a mais nova atração do ATP 250 de Estoril, em Portugal, evento entre os dias 25 de abril e 3 de maio, disputado sobre o piso de saibro no circuito europeu sobre a superfície.



Veja mais notícias do tênis em Portugal

 

Aliassime retorna após vir em 2018 ao evento e se junta ao número 1 português, João Sousa: "Senti falta de jogar em Portugal em 2019 e estou muito contente por poder regressar este ano. Só tenho boas memórias dos torneios jogados em Portugal quando era mais novo e sempre senti o carinho do público português. Espero retomar o contato com eles no Estoril e gostaria que viessem nos apoiar,  em grande número. Obrigado a todos e até breve”, disse o tenista. 

“Já acompanhamos a carreira de Felix Auger-Aliassime há alguns anos e tem sido o nosso objetivo desde o primeiro Millennium Estoril Open apresentar ao público português os grandes campeões do futuro”, refere João Zilhão, organizador do evento. Para o diretor do Millennium Estoril Open, "o Felix Auger-Aliassime já deixou de ser uma promessa para ser uma certeza. Tem forte personalidade, muito carisma e um ténis maduro, mas sobretudo impressiona o facto de ter uma grande margem de progressão."

 Filho de pai natural do Togo e de mãe canadiana, Felix Auger-Aliassime nasceu a 8 de agosto de 2000 na província do Québec, no Canadá. Começou a jogar ténis aos quatro anos de idade e desde muito cedo se destacou nos escalões etários juvenis, ganhando o título júnior do US Open em 2016 e chegando ao segundo lugar do ranking mundial de juvenil.

 

Antes, já se havia tornado no mais jovem jogador da história da modalidade a qualificar-se para o quadro principal de um torneio Challenger, com apenas 14 anos, derrotando pelo caminho o nº 67 mundial da altura (Chris Guccione). Os pontos adquiridos permitiram-lhe tornar-se no primeiro tenista nascido no presente milénio a ter ranking ATP. Em 2017, tornou-se no mais jovem a integrar o top 200 desde Rafael Nadal e, em 2018, começou a jogar quadros principais no ATP Tour e estreou-se no quadro principal de torneios do Grand Slam ao passar a fase de qualificação do US Open. Nesse ano, passou por Portugal na primavera: perdeu na primeira ronda do qualifying do Millennium Estoril Open para o experiente italiano Simone Bolelli, que depois chegaria aos quartos-de-final.

 

Em 2019 teve ascensão meteórica do 108º lugar para o top 20 — tornando-se no mais jovem finalista de um torneio ATP 500, no Rio Open. No Masters 1000 de Indian Wells, o canadenseconseguiu o seu primeiro triunfo diante de um adversário do top 10, ao bater Stefanos Tsitsipas. Logo depois tornou-se no mais jovem semifinalista na história do Masters 1000 de Miami. Antes de Roland Garros, atingiu a sua segunda final no ATP Tour em Lyon, também em terra batida, e três semanas depois jogou uma terceira final na grama de Stuttgart. E ainda atingiu as semifinais do ATP 500 de Queens.  

 

Os ingressos para o evento estão à venda no site www.blueticket.pt

banner
banner