X

Federer caminha para ser o primeiro bilionáro no tênis

Terça, 07 de janeiro 2020 às 16:09:47 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

De acordo com informações da revista americana Forbes, Roger Federer está caminhando para se tornar o primeiro bilionário no mundo do tênis, pelo menos em ganhos de patrocinador e premiação de torneios pelo mundo.



O suíço provavelmente passará dos US$ 100 milhões somente em ganhos em um ano ficando nos US$ 93,4 milhões em 2019, bem acima dos US$ 77,2 milhões de 2018. Só que rumores indicam que somente a japonesa Uniqlo, patrocínio adquirido há cerca de um ano, passou a pagar anuais US$ 30 milhões, o dobro a mais que pagava a Nike para uniformes e sapatos.

Informações da revista indicam que o total calculado de 2019 pode passar dos US$ 100 milhões. Ele anunciou recentemente que está investindo na On, um sapato de corrida baseado na Suíça para desenvolver uma nova linha. 

Federer teria ainda ganho pelo menos US$ 10 milhões com as exibições na América do Sul e na China no fim de ano.

 

Toda a quantia fará com o jogador se aproximar dos US$ 900 milhões.

Seria a primeira vez que um jogador durante o profissionalista passaria a ser bilionário. O romeno Ion Tiriac alcançou tal status após sua retirada se envolvendo com um banco romeno e outros investimentos. O brasileiro Jorge Paulo Lemann, amigo de Federer, foi tenista antes de virar um dos maiores empresários do Brasil e do mundo.

O golfista Tiger Woods atingiu o status de bilionário em 2009 com US$ 127,9 milhões ganhos somente em 2008. Michael Jordan se juntou a ele em 2015 mesmo aposentado e em 2017 o boxer Floyd Mayweather, alcançou o status.

"Nunca fiz investimentos malucos", disse Federer em entrevista a CNBC durante o anúncio de seu envolvimento com a On.  

"Lembro em 2004 quando vir para o US Open e as pessoas diziam que não tinha parceiros suficientes. Depois passei a ter as melhores marcas do mundo".

Em 2005 ele já atingia US$ 14 milhões pela Forbes ainda atrás de Andre Agassi e assinou com a IMG com o empresário até hoje, Tony Godsick. Em 2012 seus ganhos saltaram para US$ 54,6 mihões. Godsick saiu da IMG em 2013 e levou junto Federer para a Team8 ampliando os ganhous para US$ 71,2 milhões.




 

banner
banner