X

Shapovalov e Pospisil fazem história e Canadá está em sua 1ª Final da Davis

Sábado, 23 de novembro 2019 às 14:33:36 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Os canadenses Denis Shapovalov e Vasek Pospisil fizeram história neste sábado e colocaram o Canadá, pela primeira vez na história, na final da Copa Davis ao bater no tiebreak do terceiro set os russos Karen Khachanov e Andrey Rublev.



O duelo começou com o confronto entre os dois tenistas que conquistaram destaque na semana e Andrey Rublev, 23º, manteve-se invicto em simples no torneio ao bater Vasek Pospisil, 150º, após 1h25 com o placar de um duplo 6/4 tendo convertido quatro aces contra 15 do canadense, que cometeu 32 erros não-forçados contra 16 do russo, que disparou 16 bolas vencedoras contra 28 de Pospisil.

No confronto entre os números 1 de cada nação. Shapovalov, 15, encarou Khachanov, 17º, por 1h51 e conseguiu empatar o confronto ao fechar a partida em 6/4 4/6 6/4 tendo disparado 11 aces contra seis do russo, que cometeu 29 erros não-forçados contra 44 do canadense, que disparou 38 bolas vencedoras contra 24 de Khachanov.

Decisão nas duplas 

Após o tempo que a regra determina de descanso entre o jogo de simples e um de duplas, 1h, os quatro tenistas voltaram para quadra e batalharam por 2h05 para os canadenses levarem a melhor com placar de 6/3 3/6 7/6 (5) tendo disparado sete aces contra cinco dos russos, que cometeram 37 erros não-forçados contra 45 dos canadenses, que dispararam 30 bolas vencedoras contra 22 de Khachanov e Rublev.

A partida começou com os canadenses muito sólidos, conquistaram quebra no segundo game, abriram 3/0 e administraram.  Já na segunda etapa, os russos abriram 4/1, com quebra no quarto game, trocaram quebras no sétimo e oitavo games, e como em quadra o equilíbrio se registrou no placar e forçou o tiebreak.

No set decisivo, as duplas tentaram se pressionar, mas sem efeito e a decisão para o tiebreak. Ali, os russos abriram 3/0 com mini-quebra, mas cometeram um erro no sétimo ponto e levaram a virada.

Garantido na grande final, o Canadá aguarda pela equipe vencedora do duelo entre a Grã-Bretanha e a Espanha.

banner
banner