X

Federer: 'Sempre é especial vencer o Novak ainda mais depois do que aconteceu'

Quinta, 14 de novembro 2019 às 23:42:34 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Roger Federer celebrou com sede de vingança sua vitória sobre Novak Djokovic por 6/4 6/3 nesta quinta-feira que lhe deu vaga nas semifinais do ATP World Finals e eliminou o sérvio. Ele lembrou da derrota na final de Wimbledon quando teve dois match-points.



“Há muitas coisas que acontecem em uma partida assim. Antes do jogo estive falando com minha equipe durante mas de uma hora sobre todas as possibilidades que poderiam ocorrer. Eles me disseram o que pensavam, compartilhamos nossos sentimentos, mas quando tu vai nunca se sabe o que vai ocorrer. De primeiro momento senti que tinha um bom ritmo desde a linha de base e com o saque, sabia que se não jogasse um grande tênis, estaria em perigo. Foi uma grande sensação, mas contra Novak não significa demasiado. Novak fez um grande trabalho ao longo de sua carreria para encontrar a forma de fazer jogar mal ou ser melhor que você este dia, aprendendo a exprimir cada vitória como aconteceu em Wimbledon"

"Sabia que o começo seria chave, mas sabia que seria importante. Soube manter a pressão e mesclar meu jogo, nesse momento ele estava jogando incrivelmente agressivo o qual me surpreendeu um pouco. Hoje as coisas funcionaram muito bem, foi uma dessas noites que tinha claro o plano de jogo.  Obtive o que esperava e tive uma grande sensação no final, tal como se viu minha reação."

Federer comentou que não sabia que estava há quatro anos sem derrotar o sérvio: "Não pensei muito mesmo que muitos jornalistas me lembrassem. Desde meu ponto de vista não lembrava e tampouco me senti assim já que estive muito perto de derrotá-lo em Paris e Wimbledon. Logo me dei conta que nunca havia lhe derrotado desde minhacirurgia no joelho. Se comparar como saquei contra o Thiem e hoje é como dia e a noite, as estreias nunca são fáceis, mas é assim que funciona. Estou feliz e obviamente é sempre especial vencer o Novak, ainda mais depois do que aconteceu, mas não senti que teria que me desfazer dos fantasmas, creio que virei a página daquilo rápido."

Federer comentou também sobre Rafael Nadal fechando o ano no topo após sua vitória contra Novak: "Seguramente ele estava vendo a partida, mas eu estava centrado em fazer um grande torneio. Sabia que tinha muito em jogo para o Novak. Se ele não tivesse vencido Wimbledon seguramente não estaria lutando pelo número 1, isso é o que me repetia uma ou outra vez. Rafa também teve uma grande temporada, estou feliz de ter vencido nós dois este ano, mas ambos merecem estar melhores que eu no ranking. Hoje foi um grande dia para o tênis, não só porque ganhei do Novak,mas porque o número 1 estava em jogo. A atmosfera estava agradável e eu muito satisfeito pelo meu rendimento".

 

 

banner
banner