X

Serena escreve carta aberta e detona preconceito contra mulheres

Quarta, 30 de novembro 2016 às 14:13:59 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Número dois do mundo e dona de 22 Grand Slams, a americana Serena Williams escreveu uma carta aberta publicada pelo website da WTA o qual detona o preconceito contra as melhores e encoraja as meninas a lutarem por igualdade e seus direitos.  



Mais cedo no ano, o diretor do Masters e WTA de Indian Wells, nos EUA, maior evento após os Grand Slams, Ray Moore, afirmou que Roger Federer e Rafael Nadal carregavam a bandeira do tênis e que as mulheres deveriam ficar de joelhos para eles graças ao sucesso do esporte.  
Na carta aberta escrita ontem, Serena apontou: "Tive sorte de ter uma família que deu suporte ao meu sonho e me encorajou a seguí-lo", disse Serena: "Aprendi a não ser medrosa, aprendi o quão importante é lutar por um sonho e, o mais importante, sonhar grande. Minha luta começou quando eu tinha três anos e não descansei desde então". 
"Mas como sabemos as mulheres não tem suporte o suficiente ou são desencorajadas a escolhee seus caminhos. Espero que juntas mudemos isso. Para mim é questão de resiliência. O que os outros marcaram como desvantagens minhas - minha velocidade, meu gênero - deu combustível para meu sucesso. Nunca deixei ninguém me definir ou dar meu potencial. Controlei meu futuro".

"Então quanto a questão dos prêmios igualitários sempre vem à tona e frustra porque sei em primeiro lugar que, como vocês, fiz o mesmo trabalho e mesmos sacrifícios que os homens. Nunca queria que minha filha recebesse menos que meu filho pelo mesmo trabalho. Nem vocês gostariam".
"Como sabemos as melhores tiveram que quebrar várias barreiras na estrada para o sucesso. Uma delas foi a maneira como nós erámos lembradas que não somos homens. As pessoas me chamam de uma das melhores atletas do feminino. O Le Bron James seria um dos melhores do masculino ? E o Tiger (Woods) ? E o Roger (Federer) ? Porque não ? Certamente eles não são mulheres. Não devemos nunca deixarmos de desafiar isso, temos que ser julgadas por nossas conquistas e não somente pelo gênero". 
"Por tudo o que alcancei em minha vida eu sou profundamente agradecida de ter experimentado os altos e baixos que vêm do sucesso. É meu esperança, minha história, as suas vão inspirar as jovens meninas para irem para a perfeição e seguirem seus sonhos. Devemos continuar a sonhar grande e dar poder a outras gerações". 


banner
banner