X

Federer derrota Nadal em grande jogo e vai à final da Masters

Sábado, 18 de novembro 2006 às 12:00:00 AMT

Link Curto:

Federer - Shanghai III
Um jogaço, digno do líder e o vice-líder do ranking, Roger Federer contra Rafael Nadal. O suíço conquistou a vitória na melhor partida do torneio por 2 sets a 0 com 6/4 7/5 em 1h52min e se classificou para sua quarta final consecutiva da Tennis Masters Cup disputada em Shanghai. Ao fim da partida, uma cena incomum, Federer emocionado, chorou com seu terceiro triunfo sobre o espanhol em nove jogos.

Federer: "São partidas que sempre espero jogar"

Um primeiro set com três momentos distintos. No início o suíço mostrou todo seu repertório de potência e eficiência na direita, regularidade na esquerda e com bons saques dominou e deslocou o espanhol no fundo para atingir com facilidade 4/1. Depois disso Nadal fez seus games de serviço com tranquilidade, aprofundou mais as bolas na esquerda do suíço que passou a cometer erros. Quando sacou para o set em 5/3, Federer cometeu quatro erros não-forçados, deu o game a Nadal: 5/4. O espanhol teve chance de empatar o jogo, mas Roger voltou e conseguiu a quebra para fazer 1 a 0: 6/4 em 49 minutos.

O segundo set brindou ao espectador o melhor nível de tênis. Muito equilíbrio, soltura de Federer, raça de Nadal e nervosismo a cada situação delicada. O tenista da Basiléia teve logo dois break-points no quarto game, mas não converteu. No sétimo game, quando o placar mostrava 3/3, foi a vez do tenista da ilha de Manacor ter sua oportunidade, mas Federer fez um winner de direita sensacional na paralela, indefensável. O jogo seguiu empatado até Roger ter dois match-points no décimo game. Ele não jogou bem, deixou a bola curta pro espanhol pressionar e forçar o erro do rival. No 6/5, o melhor game da partida. Os dois jogadores estiveram afiados, erraram pouco e a definição veio após duas brilhantes bolas de Federer. Uma esquerda na paralela quase saindo da imagem da transmissão e outro winner aplicado numa curtinha de Nadal, resultado: 7/5. Os dois saíram emocionados. Federer com o triunfo, Nadal pelo dever cumprido.

Este foi apenas a terceira vitória do número 1 do mundo contra o número dois em nove partidas. Nessa temporada Federer alcançou seu segundo triunfo em seis jogos. Em suprfícies rápidas deu a lógica, Federer ganhou as duas no carpete de Shanghai e na grama de Wimbledon. Nadal venceu todas sobre o piso lento do saibro (Monte Carlo, Roma, Roland Garros) e a quadra dura de Dubai.

Roger alcança sua quarta final consecutiva na Masters Cup. Ele foi o campeão duas vezes em Houston, Estados Unidos, e no ano passado ficou com o vice, perdendo para David Nalbandian também na China.

Na final deste domingo, a partir das 6h, horário de Brasília, ele enfrenta o americano James Blake que derrotou por 6/4 6/1 Nalbandian.

Federer corre atrás do 12º título no ano, seu recorde pessoal, em sua 16ª final na temporada. Curiosamente suas quatro derrotas em decisões foram para Rafael Nadal. Ele chegou a sua 91ª vitória em 96 jogos.
teninews.com.br
br.jooble.org