X

Federer x Nadal - O grande duelo da Masters Cup

Sexta-feira, 17-11-2006 13:45

Link Curto:

Federer x Nadal - Shanghai

Por Fabrizio Gallas

São apenas oito jogos em dois anos jogando juntos, mas esse confronto já virou lenda e não poderia deixar de acontecer na Tennis Masters Cup, torneio que reúne os oito melhores da temporada em Shanghai. Nesta sexta o espanhol passou por Davydenko e consolidou aquela que pode ser a partida decisiva, o grande embate, mesmo sendo na semifinal. Federer e Nadal é o jogo da supremacia contra a raça e a perseverança de um jovem fenômeno. E começa neste sábado às 9h.

"Federer é mais favorito que eu", destaca Nadal

A Masters Cup é chamada de Copa de Maestros por argentinos e indíviduos que vivem no mundo hispânico. E na verda é sim. Lá estão os melhores da temporada, aqueles que tiveram o melhor desempenho sobre qualquer tipo de superfície. Por isso os jogos não são fáceis e tanto Federer quanto Nadal tiveram que suar a camisa.

Pra variar, Federer não perdeu até o momento um jogo sequer. Mas levou um susto pelo atual campeão, o argentino David Nalbandian (3/6 6/1 6/1) e foi levado ao extremo pelo americano Andy Roddick, salvando match-points (4/6 7/6 (10/8) 6/4). Nadal demonstrou ser freguês de James Blake na estréia e perdeu pela terceira vez em três jogos. Em seguida se recuperou com imensa dificuldade sobre o compatriota Tommy Robredo e uma excelente virada sobre o consistente russo Nikolay Davydenko.

Neste jogo de sábado, com certeza com casa cheia, não podemos levar em conta o retrospecto geral de ambos. Se Federer vence todas no circuito, contra o tenista de Manacor ele tropeça. São oito jogos e apenas duas vitórias. Neste ano, o placar mostra 4 a 1 para o espanhol, três vitórias no saibro uma na rápida e a derrota na grama de Wimbledon.

Em Dubai tivemos essas duas vertentes na decisão do torneio. Federer começou dominando com a direita e arrasou com 6/2 no primeiro set. Nos sets seguintes, Nadal focou, começou na frente, elevou o nível e manteve a vantagem para fazer duplo 6/4 e sair com o troféu. A quadra era rápida.

A superfície na China é de carpete, ainda mais rápida do que nos Emirados Árabes e nestas condições Roger leva vantagem. Ele gosta de atacar de dentro da quadra e sufocar o adversário. A Nadal resta se defender e explorar o lado "menos forte" de Federer, a esquerda, de preferência com bolas altas. Mas pela rapidez da cancha será difícil o espanhol correr de um lado a outro e se defender com eficiência e sair pro ataque com esse tipo de jogada.

O que "Rafa" precisa fazer é se manter firme no placar, sempre encostado se possível na frente de Federer, assim sendo ele mina a confiança do suíço, o levando a erros.

Federer precisa do contrário. Tem que estar na frente, firme na direita e não pensar em quem está do outro lado. Nadal é o único jogador no circuito hoje em dia que não respeita Federer. Parte para cima, não treme nas hroas decisivas e por isso ganha.

O jogo promete. Federer é favorito pelas condições atuais, mas tem do outro lado um lutador, um tenista com apetite de vencer pela primeira vez a Masters Cup e consolidar o rótulo de algoz do suíço. Sem dúvida o confronto mais esperado da Masters Cup.
teninews.com.br
br.jooble.org