X

Para Djokovic, 2015 será um ano imprevisível nos Grand Slams

Terça, 09 de dezembro 2014 às 11:15:41 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Apesar de ter jogado pouco, em apenas dois dias, Novak Djokovic curtiu e deu sua versão favorável ao revolucionário International Premiere Tennis League, competição de estrelas pela Ásia. O sérvio comentou sobre suas expectativas para 2015 e apostou em um ano imprevisível.

"Espero que a liga continue erealmente quero voltar ano que vem. O formato é divertido e rápido. Estou muito feliz com a performance do time", disse Novak que jogou pelo UAE Royals, dos emirados Árabes.

Djokovic enfrentou Roger Federer nas simples e duplas ontem. Perdeu nas duplas com Nenad Zimonjic (Federer atuou com Gael Monfils) e empatou nas simples em 6/6.

Falando sobre o novo ano, Nole comentou da chegada de novos vencedores de Grand Slams como Stan Wawrinka e Marin Cilic na adesão ao Big 4 nos campeões de Majors. Os quatro melhores venceram 36 dos últimos 39 majors disputados.

"Será muito imprevisível. Será difícil dizer quem serão os claros favoritos para vencer os Slams", disse o atual número 1 que em 2014 levantou o título de Wimbledon: "Obviamente que Cilic e Wawrinka ganharam Majors e desafiaram os melhores, mostraram que é possível. A dominância de início de Roger (Federer) e Rafa (Nadal) nos anos foi fantástica. Depois Andy Murray e eu entramos e nós quatro ganhamos a maioria dos quatro principais eventos nos últimos seis, sete e oito anos".

"Agora é normal esperar que a nova geração, jovens jogadores que estão perto do topo como Nishikori, Raonic, Dimitrov tem a qualidade de vencer contra os melhores e já fizeram isso. Definitivamente será um ano interessante".
banner
banner