X

Nanda Alves vence estréia de simples no México

Quinta, 02 de novembro 2006 às 16:59:14 AMT

Link Curto:

Nandal Alves VII
A tenista Nanda Alves venceu na estréia no torneio da Cidade do México, nesta quarta (01). A catarinense derrotou, de virada, na primeira rodada a qualifier francesa Laurene Fayol por 3/6, 6/1 e 7/5.

Nesta quinta, Nanda (255ª do mundo) volta à quadra para enfrentar a compatriora Larissa Carvalho (271ª). Este será o sétimo confronto entre as duas tenistas, sendo que a catarinense foi a vencedora em cinco partidas. O último jogo aconteceu no ano passado, nas quartas-de-final de Campos de Jordão, com vitória por 2 sets a 1 de Nanda, que conquistou o bicampeonato da competição.

Nas duplas, Nanda e a sul-africana Chanelle Scheepers derrotaram na segunda-feira Julia Cohen (EUA) e Valeria Pulido-Velasco (MEX) por 6/4 e 6/1 pela primeira rodada.

Pelas quartas-de-final, provavelmente na sexta, Nanda e Chanelle enfrentarão as vencedoras da partida entre Lorena Villalobos-Cruz e (MEX)/Paula Zabala (COL) e Estefania Craciun (URU)/Daniela Munoz-Gallegos (MEX).

Nanda ficará mais duas semanas na Cidade do México, onde disputará outras duas competições. A tenista desembarcou no México depois de uma série de seis torneios nos Estados Unidos - Albuquerque, Ashland, Troy, San Francisco, Houston e Augusta.

O torneio na Cidade do México é disputado na quadra dura e conta com uma premiação total de US$ 25 mi.

UNISUL - Viajando desde o último dia 19 de setembo e acostumada a ficar longos períodos fora de casa, Nanda aproveita entre uma competição e outra para aprimorar os conhecimentos. A tenista é a mais nova estudante do curso superior de Tecnologia em Gestão Financeira da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) Virtual, na cidade de Palhoça, na região da Grande Florianópolis (SC). São dois anos de curso e Nanda tenta conciliar os livros com a correria como tenista. Ela reconhece que a carga de leitura é alta, mas acredita que vai conseguir levar o esporte e os estudos numa boa:

- A faculdade é um complemento. Eu sempre gostei de estudar, acho importante, e hoje surgiu a oportunidade de conseguir fazer a universidade sem deixar a minha carreira no tenis - disse.

Fonte: Ana Leticia da Rosa
teninews.com.br
br.jooble.org