X

Feijão supera estreia e faz duelo de homônimos no Aberto de SP

Segunda, 31 de dezembro 2012 às 17:30:58 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Número quatro do Brasil e 144 do ranking, Feijão, que treina no CT da Amil no Rio de Janeiro, superou o convidado Daniel Dutra Silva, 444º e que treina na Academia EGA, de São Paulo, por 6/1 7/5 após 1h22min de encontro no II Ega Cup - Aberto de São Paulo.

Número quatro do Brasil e 144 do ranking, Feijão, que treina no CT da Amil no Rio de Janeiro, superou o convidado Daniel Dutra Silva, 444º e que treina na Academia EGA, de São Paulo, por 6/1 7/5 após 1h22min de encontro no II Ega Cup - Aberto de São Paulo,. Após um primeiro set tranquilo, Feijão se viu em apuros com uma quebra abaixo no início do segundo set. Mas rapidamente se recuperou e no fim obteve uma quebra decisiva até chegar ao triunfo.

“Foi um bom jogo. Depois de uma pré-temporada de cinco semanas, acho que foi um bom jogo. É óbvio que ainda posso melhorar mais, pegar um pouco mais de ritmo, mas hoje foi um bom jogo, errei muito pouco, dei muito pouco ponto de graça. Tenho que aproveitar esta terça-feira pra me preparar mais e pra quarta-feira estar melhor,” descreveu o brasileiro de Mogi das Cruzes (SP) radicado no Rio de Janeiro desde 2005.

Na próxima quarta ou quinta-feira, Souza faz duelo de homônimos contra o português Pedro Sousa, 265º colocado, que passou pelo argentino Marco Trungelliti, por 4/6 6/4 6/3. Será o segundo duelo no profissional entre os dois e o brasileiro tentará a primeira vitória: "A gente jogou duas vezes, uma no júnior e uma há um ano. É um jogador muito talentoso, bate muito fácil na bola, tem muita potência, é bem completo. Acho que vai ser um jogo duro, como seria qualquer outro na chave, mas eu estou bem confiante, estou super bem, super rápido, bem consistente, mas agora é descansar e nesta terça penso na próxima partida".

Rogerinho e cabeça de chave 1 estreiam nesta terça-feira no Villa-Lobos - A rodada desta terça-feira, no primeiro dia do novo ano, começará uma hora mais tarde, às 11h, e terá como destaques as estreias de Rogério Dutra Silva, o argentino Horacio Zeballos e o retorno de Rafael Camilo, irmão do judoca medalhista olímpico, Thiago Camilo.

Rogerinho, 126º colocado da ATP e melhor brasileiro ranqueado do torneio, enfrentará o sul-africano Rik De Voest, 258º colocado no primeiro jogo da quadra central, às 11h. Este será o segundo jogo entre eles. No challenger de Cremona, Itália, em 2010, o paulista levou a melhor em dois tie-breaks: "É sempre um jogo duro, já ganhei dele antes, mas foi complicado. Ele saca firme e será uma partida bem parelha, mas vou tentar fazer um jogo bom e caminhar no torneio. Será um jogo bem importante pra ir pegando ritmo", disse.

O brasileiro Rafael Camilo, vice-campeão de 2011 perdendo a final para Ricardo Mello, marca seu retorno às competições após 14 meses parado por conta de três lesões - uma fratura por estresse no braço direito, desgaste no quadril e mais uma lesão no ombro direito. Seu rival será o argentino Guido Andreozzi, cabeça de chave oito e 173º colocado, na segunda partida programada para a quadra central. Ricardo Hocevar pega o argentino Federico Delbonis, cabeça de chave 5, no terceiro encontro da central; Tiago Lopes fará duelo nacional contra o qualifier André Ghem e Leonardo Kirche pega o croata Franco Skugor, que também saiu do quali - ele venceu na última rodada o brasileiro Augusto Laranja por 6/4 3/6 6/1.

O argentino Zeballos, 85º colocado e principal cabeça de chave da competição, também estreia. Ele desafia o qualifier americano Austin Krajicek.

Resultados do Dia:

1ª Rodada
(2) Martin Alund (ARG) 2x0 Fabiano de Paula (BRA) 6/3 6/4
(4) Thiago Alves (BRA) 1x1 Alejandro Gonzalez (COL) 7/6 (8/6) 4/6 4/0 Ret.
(6) Gastão Elias (POR) 2x0 Facundo Bagnis (ARG) 6/4 6/1
(7) João Souza (BRA) 2x0 (WC) Daniel Silva (BRA) 6/1 7/5
Guilherme Clezar (BRA) 2x0 (WC) Thiago Monteiro (BRA) 6/4 6/4
Marcelo Demoliner (BRA) 2x0 Diego Schwartzmann (ARG) 6/2 6/3
Pedro Sousa (POR) 2x1 Marco Trungelliti (ARG) 4/6 6/4 6/3
Duplas - 1ª Rodada

Renzo Olivo/Federico Delbonis (ARG) 2x1 (WC) Rogério Silva/Eduarso Russi (BRA) 6/3 4/6 10/8
Horacio Zeballos/Guido Andreozzi (ARG) 2x0 (WC) Leonardo Kirche/Ricardo Hocevar (BRA) 6/3 6/4

Qualifying - Última Rodada
(2) Austin Krajicek (EUA) 2x1 Patricio Heras (ARG( 6/7 (4) 6/3 6/4
Franco Skugor (CRO) 2x1 Augusto Laranja (BRA) 6/4 3/6 6/1

O II Ega Cup - Aberto de São Paulo será disputado no Parque Villa-Lobos, em quadra rápida, com entrada gratuita ao público. A competição começou no dia 29 de dezembro com o qualifying e terá a final da chave principal disputada no domingo, dia 6 de janeiro. O Sportv vai transmitir todas as partidas a partir das quartas de final. O torneio aumentou a premiação e vai distribuir US$ 125 mil, contando pontos como um torneio de US$ 150 mil. O II Ega Cup é o maior torneio Challenger do mundo e a 2ª maior competição masculina do país.

Para mais informações e a programação completa do dia seguinte de jogos, confira o site do torneio www.abertosp.com

O torneio tem o patrocínio da empresa EGA Solutions e a hospedagem é no hotel Holiday Inn Parque Anhembi.

O evento tem o co-patrocínio da Braskem, Prefeitura de São Paulo, TetraPak, Sabesp, Stella Artois, Shopping SP Market, Guarani Açúcar Etanol Energia, Trousseau, Friozem Logística, Schioppa Rodas e Rodízios, Oswaldo Cruz Química. A competição tem o apoio da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, HEAD, Metropolitan, Torres-Falavigna Advogados, Artefacto,WMZ Excelência no Comércio Exterior, Inylbra Tapetes & Carpetes, Dimep Sistemas, Nucre Fisioterapia Esportiva, X Bayferrox e Baraldi Melega Advogados. O torneio tem o apoio de mídia da BandNewsFM, Bradesco Esportes FM e Rádio Bandeirantes.
banner
banner