X

Enqvist vence Santoro e leva o troféu no Rio de Janeiro

Quinta, 20 de dezembro 2012 às 23:22:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Thomas Enqvist é o campeão do Grand Champions Rio, torneio que fechou com chave de ouro o circuito 2012 do ATP Champions Tour. Numa final emocionante, decidida apenas no super tiebreak, o sueco derrotou o francês Fabrice Santoro por 2 a 1 (parciais de 6/3 4/6 10-7) e foi aplaudido de pé, na conquista invicta, na noite desta quinta-feira, dia 20, do título da etapa carioca do campeonato, disputada na reformada quadra do Copacabana Palace, um dos símbolos da ‘Cidade Maravilhosa’.

Marcos Daniel, representante brasileiro na competição, ficou com o terceiro lugar ao derrotar o sueco Mats Wilander, ex-número 1 do mundo, por 2 a 0 (duplo 6/4), na partida que abriu o programa da última noite do torneio.

Após a conquista, Enqvist enalteceu o rival Santoro e revelou ter vivido ‘um dos melhores momentos da carreira’. "Foi uma honra jogar aqui, vivi grandes momentos no Rio de Janeiro, enfrentando lendas do tênis. Me diverti muito o tempo todo. Santoro é muito talentoso, um mágico em quadra, pode fazer qualquer coisa com a bola e fico feliz com esse título. Hoje foi um jogo muito bacana, a vitória coroou esse evento tão legal, tive a chance de viver um dos melhores momentos da minha carreira, enfrentando meu maior ídolo, Mats Wilander", afirmou ele, campeão do ATP Grand Champions Brasil em 2010 e 2009.

EVENTO GARANTIDO ATÉ 2014

Antes da cerimônia de premiação, Dácio Campos, organizador do evento, anunciou a assinatura do contrato com o Copacabana Palace para a realização do Grand Champions Rio por mais dois anos no hotel. As datas para a realização do torneio em 2013 e 2014 ainda não foram definidas.

THOMAS ENQVIST 2 x 1 FABRICE SANTORO

Thomas Enqvist levava à quadra um retrospecto favorável da época de profissional. Três foram os confrontos diante de Fabrice Santoro, com três vitórias do sueco, sempre em partidas equilibradas, a última em 1994. Dezoito anos se passaram e o equilíbrio permaneceu, com longas trocas de bola e o sueco paciente e atento às bolas traiçoeiras do ‘Mago’. Enqvist chegou a abrir 4 a 1, mas Santoro, campeão das etapas de São Paulo e Londres, se recuperou, confirmando o serviço e quebrando o saque do rival na sequência, diminuindo para 4/3. O sueco, ex-número 4 do mundo, se recuperou, devolveu a quebra e venceu mais um ponto, confirmando a vitória no primeiro set por 6/3.

Fabrice Santoro voltou inspirado do intervalo. Com belas bolas, quebrou o saque de Enqvist no quarto game, confirmou seu serviço e abriu larga vantagem, fazendo 4/1. Parecia que o set seria fácil. Mas Enqvist se recuperou e empatou o jogo. Santoro sacou para vencer o ponto seguinte e conseguiu mais uma quebra pra empatar a partida: 6/4. No set decisivo (disputado no super tiebreak, vencendo quem chegasse primeiro a 10), emoção ponto a ponto, até que Enqvist abriu 8/4, encaminhando a vitória. Só que Santoro não se entregou, diminuiu para 8/7, colocando pressão sobre o sueco. Com tranquilidade e categoria, Enqvist venceu os pontos seguintes para sagrar-se campeão do Grand Champions Rio.

"Fiquei muito feliz por jogar contra o Thomas mais uma vez. Fazia tempo que não nos enfrentávemos, foi um jogo apertado, mas não deu para vencer. Foi um grande evento, foram dias maravilhosos e foi bacana reencontrar esses velhos amigos", comentou o ‘Mago’ francês.
banner
banner