X

Del Potro diz não saber se chegará ao número 1

Terça, 04 de dezembro 2012 às 15:45:57 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O argentino Juan Martín Del Potro, sétimo do ranking mundial, está em seu país curtindo férias, mas concedeu entrevista ao site Masters 1000. Nas respostas, comentou seu ano em atividade, falou sobre lesões, top 4, Jogos Olímpicos e a possibilidade de viver o sonho de ser o número um.

Delpo classificou como incrível a primeira medalha conquistada por ele para a Argentina no tênis masculino: . O argentino contou o que o suíço Roger Federer lhe disse no pódio Olimpíco: "Me felicitou por tê-la conseguido".

Sobre as vitórias que conseguiu nas duas últimas partidas diante de Federer, Juan resumiu: "Joguei muito bem".

Perguntado sobre a suposta superioridade dos "top 4" opinou: "Eles são os mais consistentes e sólidos e estão vencendo tudo faz anos, apesar de que nas últimas temporadas David Ferrer esteve aí". Sobre sua proximidade dos quatro melhores, Delpo contou: "Acredito que sigo trabalhando e melhorando, posso jogar com os melhores e estar em seu nível".

Juan ainda comentou a reclamação feita pelo espanhol David Ferrer no ATP Finals. O atleta afirmou na época que pediu a ATP para jogar o primeiro jogo do dia, pois caso Delpo vencesse um set diante de Federer o espanhol jogaria a noite eliminado. Ferrer não foi atendido e reclamou publicamente. "Não falei com David sobre o acontecido, porque não conheço os detalhes. David é muito boa pessoa e se queixou é por algo concreto", pontuou.

Em um pingue-pongue rápido, Delpo afirmou que a melhor direita do circuito é a de Roger Federer, já a melhor esquerda é de Novak Djokovic e que ambos são os adversários mais completos.
banner
banner