X

CBT exclui Lindell do Projeto Olímpico e carioca volta a jogar pela Suécia

Quinta, 14 de junho 2012 às 12:33:56 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas - Depois de três meses defendendo as cores do Brasil, o jovem de 20 anos Christian Lindell retornou ontem a ser um jogador da Suécia na ATP. A exclusão do apoio da Confederação Brasileira de Tênis e bons patrocínios lá fora foram os motivos.

O tenista número 433 do ranking ficou apenas dois meses no Projeto Olímpico elaborado por Larri Passos com parceria com a CBT. A entidade excluiu o carioca do mesmo em abril pois Christian queria manter sua base de treinamento no Rio de Janeiro com o técnico sueco Julius, que já o acompanhava nos últimos anos.

"A decisão é definitiva, o Christian voltou a jogar pela Suécia ontem e não volta a defender mais o Brasil", declarou o pai do tenista, Lars, : "Christian não se sentiu confortável com os técnicos oferecidos pela CBT, que são ótimos, mas o Christian não se adaptou. Ele não vinha obtendo resultados e quis retomar sua base de treinamentos no Rio de Janeiro com o técnico Julius. Daí ele acabou excluído do Projeto da CBT, ficamos por dois meses sem apoio e sem apoio não dava pro Christian manter-se jogando pelo Brasil. Então recebemos nova oferta de patrocínio oferecida pelo tênis sueco e optamos por retornar para lá".

A assessoria de imprensa da CBT informou ao Tênis News que Chrstian não poderia ter sua base na capital carioca e sim estar com os técnicos indicados por ela: "O acordo feito com o Christian era que ele treinaria em Itajaí no Itamirim com o Patrício Arnold e Marcos Daniel. Ele viajou poucas semanas com eles e voltou com o treinador sueco com o calendário baseado no que o técnico sueco queria. Então conversamos e optamos por tirá-lo do Projeto já que ele estava descumprindo o que havia sido planejado", disse a CBT.

Lindell, filho de pai sueco, atuava desde o fim de juvenil com as cores do país nórdico e após bons resultados em seus primeiros anos como profissional chamou a atenção da CBT que, depois de vários meses de negociação, conseguiu convecer o carioca a atuar pelo Brasil.

Lindell manterá seu esquema de treinamentos no Rio de Janeiro, numa academia do Recreio dos Bandeirantes (ele não está mais treinando no CT da Amil) e eventualmente irá treinar no país nórdico.
banner
banner