X

Ferrer vira batalha de 4h43 contra Delpo e deixa Espanha perto do Penta

Sexta, 02 de dezembro 2011 às 19:11:35 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Numa partida sensacional com duas viradas e muitas emoções, David Ferrer, quinto do ranking, derrotou Juan Martin Del Potro, 11º colocado, e marcou o segundo ponto da Espanha na final da Copa Davis no saibro de Sevilha. A Espanha pode ser pentacampeã neste sábado.

Ferrer, que chegou a estar em apuros com 2 sets a 1 abaixo, venceu por 3 sets a 2 após batalha de 4h43min para mais de 20 mil pessoas no estádio Olímpico La Cartuja com parciais de 6/2 6/7 (7/2) 3/6 6/4 6/3.

Com o triunfo do tenista de Javea e de Rafael Nadal sobre Juan Monaco em três sets, a Espanha abre 2 a 0 contra a Argentina e precisa de uma vitória nos próximos três jogos. Neste sábado Feliciano Lopez e Fernando Verdasco podem definir contra David Nalbandian e Eduardo Schwank. Os espanhois venceram a competição em 2000, 2004, 2008 e 2009.

A Argentina disputa sua quarta final de Davis e precisará ganhar todos os próximos jogos para ser campeã pela primeira vez (foi vice em 1981, 2006 e 2008).

Não é a primeira vez que David consegue uma vitória deste tipo em uma final de Davis. Em 2009, contra a República Tcheca, no primeiro dia de jogos em Barcelona (Espanha), Ferrer marcou 3 sets a 2 em outra batalha contra Radek Stepanek. No jogo anterior Rafael Nadal havia batido Tomas Berdych em sets diretos.

O jogo

Na primeira etapa Del Potro começou frio, errando, Ferrer aproveitou, jogou bolas altas, tirando da linha da cintura incomodando o rival. Ferrer conseguiu a quebra e salvou breaks no meio do set. Fez 5/2 e o sul-americano caiu de produção e entregou o set. Ferrer 6/2 em 45 minutos.

Na segunda etapa o argentino cresceu junto com a torcida de seu país. Conseguiu acertar mais winners, quebrou para abrir 4/2. Salvou dois breaks no oitavo game, mas dois erros bobos trouxeram Ferrer de volta ao set. O jogo foi ao tie-break e Juan Martin foi mais valente, contou com erros de David e com bons saques fechou por 7/6 (7/2) após 1h17min.

Na terceira etapa um mau início de Delpo fez Ferrer abrir uma quebra. O argentino não dormiu, foi tendo breaks em todos os games de devolução, mas sempre perdendo chances. O jogo ganhou ares de guerra com ambos vibrando a cada ponto e a torcida participando. Delpo finalmente devolveu a quebra com bola que pingou na fita e caiu caprichosamente na quadra do rival. Tudo empatado em 3/3 e o sul-americano foi valente, deu duas grandes direitas, quebrou e sacou com maestria pra fazer 6/3 numa grande virada.

Na quarta parcial Ferrer quebrou abrindo 3/1 com dupla-falta do argentino, mas Juan não baixou a guarda e devolveu logo a seguir contando com erro do desconcentrado Ferrer. O set foi seguindo com games longos, tensos até Delpo cometer erros bobos, ficar com dois set-points contra. Ele aplicou um ace no primeiro, mas deu dupla-falta no segundo perdendo por 6/4 após uma hora.

No set final Ferrer ganhou confiança, foi pra cima e montou no cansaço de Del Potro. Conseguiu uma quebra com winner e outra deslocando Delpo para fazer 5/1. ele sacou pro jogo, sentiu a pressão e Delpo diminuiu para 5/3. Mas o argentino cometeu erros e levou um winner para ser derrotado: 6/3 Ferrer.
banner
banner