X

Ricardo Mello poderá ser número 1 do Brasil

Segunda, 31 de janeiro 2005 às 11:58:07 AMT

Link Curto:

Mello poderá ser número 1 do Brasil
O Aberto da Austrália proporcionou algumas pequenas mudanças no ranking mundial. Entre os 10 primeiros, Lleyton Hewitt pulou do terceiro para o segundo posto ao alcançar a final do torneio. Roger Federer perdeu cerca de 500 pontos por não Ter defendido o título de 2004, mesmo assim continua com folgas no ranking de entradas.


Os argentinos tiveram ascensão entre os 10 primeiros. Gaston Gaudio pulou do décimo para o oitavo posto, Guilhermo Coria subiu uma posição e foi ao 5º lugar, Nalbandian ultrapassou Agassi, mas foi ultrapassado por Gaudio, mantendo-se na 9ª colocação.

Entre os brasileiros, Ricardo Mello está perto de se tornar o número 1 do Brasil. Ele ganhou 3 posições com a 2ª rodada do Aberto da Austrália, subindo ao 56º posto. Guga defendia a 3ª rodada de 2004, e como esse ano não jogou perdeu pontos e caiu do 45º para o 52º lugar.

Caso Mello faça uma boa campanha em Delray Beach essa semana, poderá assumir o número 1 do Brasil, que não é diferente de Guga desde 1997. Já Flávio Saretta não ganhou nem perdeu pontos, porém caiu 3 posiçoes na tabela, ocupando a 113ª colocação. A maior ascensão dos brasileiros foi do mineiro André Sá, ele ganhou 16 posições ao fazer boa campanha no Challenger do Havaí, ele é o número 167.
banner
banner