X

Tsonga faz história e derruba Federer nas 4ªs de Wimbledon

Quarta, 29 de junho 2011 às 12:29:18 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Jo-Wilfried Tsonga, número 19 do mundo, declarou ontem que queria fazer história contra Roger Federer. E conseguiu. O francês cabeça de chave 12 derrubou o poderoso número 3 do mundo, hexacampeão de Wimbledon, para atingir a semifinal no Grand Slam britânico.

Leia Mais:
Tsonga vibra com vitória sibre Federer
Federer leva 1ª virada após 179 partidas em Slams
Tsonga já sonhava em fazer história
Tsonga precisou de mais de 3h08min para virar um grande jogo com parciais de 3/6 6/7 (7/3) 6/4 6/4 6/4.

Pela primeira vez em Grand Slams após 179 partidas, o suíço levou uma virada após estar com 2 sets a 0 acima. Ele já havia levado duas outras viradas destas na Copa Davis diante de Lleyton Hewitt em Melbourne 2003 e outra na final do ATP World Finals em 2005 contra o argentino David Nalbandian.

Tsonga repetirá, na sexta-feira, a final do Australian Open de 2008 contra o sérvio Novak Djokovic, quando foi derrotado em quatro sets. Este é seu melhor resultado em qualquer outro Major sem ser na Austrália.

O jogo

Um jogo de dois momentos na quadra central do All England Club. Tsonga nervoso e ineficaz no início foi melhorando até ganhar confiança e usar sua agressividade e saque para levar a melhor. Ele aplicou 70% do primeiro serviço com 18 aces. Federer fez 75% e 17. O francês errou 22 bolas, mas acertou 63 winners. Federer errou 11 e disparou 57 vencedoras. O francês produziu nove chances de quebra e aproveitou três. O natural da Basileia apenas uma.

Tsonga largou o set cometendo erros no fundo, no voleio e praticamente entregando o game pro suíço que aproveitou e fez 3/0. O francês teve uma chance no meio da parcial, mas Roger tirou um bom serviço, se safou e fechou por 6/3 em 27 minutos.

Na segunda etapa Tsonga jogou concentrado desde o início e foi firme no serviço sem dar oportunidades. Teve apenas uma chance no primeiro game, não aproveitada. O set foi ao merecido tie-break. Um erro no voleio no primeiro ponto custou uma mini-quebra abaixo e Federer embalou marcando 6 a 1 e fechando por 7/6 (7/3) em 47 minutos.

Com um winner de direita na linha o francês conseguiu a quebra para fazer 3/1. Chegou a ter um 0/30 salvo no 4/3 e 0/30 também no 5/4 e serviço pro set. Apressado ele perdeu três set-points, mas no quarto aplicou bom saque para fechar por 6/4 em 40 minutos.

Na quarta parcial, Tsonga largou com tudo, foi pra cima no terceiro game e com winners e passadas quebrou o rival para abrir 3/1. Ele foi novamente conduzindo sem dar chances até marcar 6/4 em 35 minutos.

No quarto set Jo-Wilfried aproveitou a confiança e partiu pra cima diante de um apático Federer. Saiu quebrando e novamente confirmando com autoridade até cravar um potente serviço para vencer o suíço por 6/4.
banner
banner