X

Nadal dá o troco em Federer na Espanha e iguala saldo das exibições

Quarta-feira, 22-12-2010 18:22

Link Curto:

Tênis Profissional
Rafael Nadal e Roger Federer, voltaram a se enfrentar nesta quarta-feira, em Madri, em mais um duelo exibição, só que dessa vez quem levou a melhor foi o atual número 1 do mundo, que aplicou dois sets a um, com parciais de 7/6(3) 4/6 6/1.

Na partida de ontem, que foi realizada em Zurique, na Suíça, Federer venceu também em três sets, mas com parciais de 4/6 6/3 6/4. Na ocasião, toda a renda foi revertida para a sua fundação, que leva o seu nome, e que tem como objetivo doar o dinheiro arrecadado ao continente africano.

Enquanto isso, todo dinheiro arrecadado no encontro de hoje será direcionado para a Fundação Rafa Nadal, que tem como proprietário o tenista de Manacor, e a doação será encaminhada para o continente asiático, mais precisamente na cidade de Anantapur, na Índia.

Com esses dois resultados, Nadal e Federer encerram a temporada empatados no retrospecto dos jogos oficiais e também em exibições. Em duelos válidos pelo circuito profissional, o espanhol superou o suíço no primeiro, na final do Masters 1000 de Madri, com parciais de 6/4 7/6(5), e o tenista da Basileia venceu o segundo, na decisão do ATP Finals, por 6/3 3/6 6/1.

O jogo

Federer e Nadal não começaram muito bem, cometendo muitos erros no forehand. O espanhol quebrou no primeiro game, mas levou a virada a seguir. O jogo foi melhorando e ficou equilibrado. Nadal teve mais quatro oportunidades de quebra, mas o natural da Basileia sempre se saía bem no saque para se safar. Logo depois, Federer teve um set-point no 5/4 e saque de Rafa, mas falhou na devolução. Com isso, o duelo foi ao tie-break e Nadal foi mais valente, abriu 4 a 2 e fechou com um ace por 7/6 (7/3), após quase uma hora.

Na segunda etapa, Federer buscou ser mais agressivo e abusou das deixadas, o que incomodou bastante seu adversário. Sacando muito bem e aproveitando bem as chances, ele conquistou uma quebra na metade do set, depois de um belo winner de devolução na paralela, e só administrou na sequência para liquidar a parcial e deixar tudo igual no marcador.

Já o set decisivo, que prometia ser o mais disputado, foi o mais fácil. Sorte para Nadal, que levou a melhor, com duas quebras de vantagem, e aplicou 6/1, para delírio dos milhares de torcedores que compareceram à quadra rápida do complexo Caja Mágica.
teninews.com.br
br.jooble.org