X

Retrospectiva - Janeiro - Federer dá a volta por cima

Domingo, 19 de dezembro 2010 às 09:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Bárbara Galiza - O ano de 2010 ficará na história como o domínio de Rafael Nadal. O espanhol conquistou três majors, alcançou o Career Golden Slam e fechou a temporada como número 1 com folga. O Tênis News fará um panorama de 2010 mês a mês, da ATP a WTA.

Enquanto a ATP foi marcada pela consistência de um grande tenista, a WTA foi marcada por inconsistências. Uma lesão misteriosa que deixou Serena Williams fora do circuito desde junho e a consolidação de Wozniacki — uma tenista sem título de Grand Slam — no topo do ranking definiram o ano.

Temporada pré-Aberto da Austrália

Na primeira semana do circuito, o então número um Roger Federer e o número 2 Nadal iniciaram a sua temporada oficial no ATP 250 de Doha, no Qatar. O campeão foi o russo Nikolay Davydenko, que derrotou Federer nas semifinais e levou o título sobre o Nadal na final após salvar match points.

Davydenko continuava sua grande forma, que vinha desde o fim do ano de 2009, quando conquistou o maior título de sua carreira na World Tour Finals, em Londres. O russo vinha badalado.

Na WTA, o torneio de Brisbane marcou a volta de Justine Henin. A belga havia “pendurado a raquete” em 2008, quando ainda era número um do mundo. Sua volta foi em grande estilo. Henin chegou à final do torneio após derrotar Ana Ivanovic e Nadia Petrova no caminho. O seu retorno foi quase perfeito. Henin perdeu o título para a sua contemporânea Kim Clijsters após desperdiçar dois match points.

O primeiro Grand Slam do ano: os homens

O Aberto da Austrália caminhou sem muitas surpresas até às quartas-de-final. O brasileiro Thomaz Bellucci, que não era cabeça-de-chave, caiu cedo contra Andy Roddick em três sets na segunda rodada.

Davydenko, um dos favoritos, enfrentou Federer por um lugar nas semifinais. O russo dominou completamente o primeiro set — parecia que Davydenko estava a caminho de levar o seu inédito título de Grand Slam. Porém, bastou apenas uma ida do banheiro de Federer antes do segundo set e a partida mudou. Davydenko não manteve o nível de jogo e o suíço triunfou por 3 sets a 1, com direito a um pneu no terceiro set.

Na outra partida de quartas-de-final, o atual campeão Nadal enfrentou Andy Murray. O britânico vencia por 6-3 7-6 3-0 quando o espanhol abandonou a partida. Foi o primeiro abandono em Grand Slam da carreira de Nadal. Após o jogo, ele disse que foram problemas nos joelhos que o fizeram desistir — da mesma lesão e o impediu de defender seu título em Wimbledon em 2009.

As semifinais não trouxeram surpresas. Federer derrotou o francês Jo-Wilfried Tsonga com facilidade e Murray venceu 3 sets seguidos após perder o primeiro set contra o croata Marin Cilic. Com a vitória, Federer chegou à sua 22ª final de Grand Slam da carreira. Murray chegou à sua segunda.

Na decisão, Federer derrotou um Murray nervoso por 3 sets a 0. No terceiro set, o britânico teve chances, mas perdeu o tiebreak por 13 a 11. Com a vitória, Federer somou 16 títulos de Grand Slam e deu a volta por cima de 2009 quando chorou ao lamentar o vice diante de Nadal em plena cerimônia.

O primeiro Grand Slam do ano: as mulheres

No torneio feminino, a cabeça-de-chave número um também conquistou o torneio. A norteamericana Serena Williams derrotou a belga Justine Henin na final por 2 sets a 1 e levantou seu 12º título de Grand Slam. Serena também havia ganho o campeonato em 2009. Foi a quinta vez que ela triunfou em Melbourne.

O Aberto da Austrália foi o somente segundo torneio de Henin desde sua volta, um mês antes.

Uma das surpresas do campeonato foi a presença de duas semifinalistas chinesas, Na Li e Jie Zheng. Li, dona de um jogo muito agressivo, derrotou Daniela Hantuchova Caroline Wozniacki e Venus Williams até perder para a atual campeã.

Jovem brasileiro conquista a Austrália

Tiago Fernandes, pupilo de Larri Passos, conquistou o primeiro Slam brasileiro após quase nove anos ao vencer em Melbourne de forma surpreendente derrotando tenistas top do mundo.

Os campeões de janeiro

Australian Open: Roger Federer (SUI) e Serena Williams (EUA)
ATP Brisbane - Andy Roddick (EUA) / WTA Brisbane - Kim Clijsters (BEL)
ATP Chennai - Marin Cilic (CRO) / WTA Hobart ATP Doha - Nikolay Davydenko (RUS) / WTA Sydney - Elena Dementieva (RUS) ATP Auckland - John Isner (EUA) / WTA Auckland - Yanina Wickmayer (BEL) ATP Sydney - Marcos Baghdatis (CHP) / WTA Hobart - Alona Bondarenko (UCR)
teninews.com.br
br.jooble.org