X

Sampras tem coleção de troféus roubada

Quarta, 08 de dezembro 2010 às 00:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Um dos maiores tenistas de todos os tempos, Pete Sampras, teve parte de sua coleção de troféus, placas, prêmios e até anéis roubados há cerca de três semanas. O ex-tenista teve uma dezena de caixas contendo boa parte de seus maiores feitos levadas em um local onde as guardava à oeste de Los Angeles.

"Meu primeiro troféu do Australian Open (conquistado em 1994) se foi. Hoje eu estou com 13 dos 14 Slams. O resto, a maioria se foi", disse Sampras que relatou que guarda alguns destes canecos em uma loja da Nike em Portland.

Sampras, de 39 anos, se manteve com seus sete canecos de Wimbledon, cinco US Open e outro Australian Open. Mas o resto, o que inclui ao todo 64 títulos e outros 24 vice (cinco títulos do ATP Finals) foram roubados. A lista inclui uma anel Olímpico, sete prêmios ESPY e seis troféus por ter finalizado o ano como o líder do ranking.

A memória das conquistas de Pete foram roubadas de um depósito situado à oeste de Los Angeles onde ele as guardava. Sampras havia alugado duas unidades para o armazenamento de suas memórias.

"Tinhamos alguns problemas com a casa então enquanto resolvíamos isso alugamos locais para armazenar os troféus".

Anos atrás, Sampras, sua esposa, a atriz Bridgett Wilson, e seus filhos, Christian e Ryan, se mudaram de Beverly Hills para Thousand Oaks e logo a seguir foram para Brentwood.

"Eu pensava que existia câmeras de segurança e que as coisas estavam trancadas. Fiquei chocado", lamentou Pete que deu parte do roubo à polícia de Los Angeles e resolveu tornar público o caso na esperança de achar o equipamento e os responsáveis com mais facilidade.

O Distrito Policial de Los Angeles confirmou a investigação e passou a mesma para o centro criminal do centro da cidade.

"Só queria ter os troféus para meus filhos verem. Eles não me viram jogar, mas quero que eles vejam os prêmios". Christian tem 8 anos e Ryan apenas 5. A última partida profissional de Sampras foi o título do US Open em 2002.

"Perder essas coisas é como se a história da minha vida no tênis tivesse sido levada. Só espero que quem levou tudo, não tenha destruído. Por isso estou indo à público. Talvez alguém saiba de algo".
teninews.com.br
br.jooble.org