X

Davydenko defende Agassi e atual sistema de controle anti-doping

Quarta, 11 de novembro 2009 às 11:09:38 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O russo Nikolay Davydenko, atual número sete do mundo, saiu em defesa do americano Andre Agassi depois das declarações do ex-número um do mundo em sua autobiografia "Open", lançada essa semana nos Estados Unidos, de que usou a droga cristal em 1997 e mentiu para a ATP para não ser suspenso após seu exame anti-doping testar positivo.

Para Davydenko, Agassi foi corajoso ao expor uma antiga deficiência que existia no mundo do tênis: "Eu diria ao Andre (Agassi): 'Você fez um bom trabalho, na sua época cada um tomava o que queria e agora todo mundo sabe disso graças a você'".

O russo porém foi irônico ao questionar a longevidade de Agassi, que aos 36 anos ainda era competitivo no circuito profissional: "Sempre achei estranho como ele era capaz de correr tanto com aquela idade. Agora já sei porque ele conseguia fazer aquilo".

Davydenko também defendeu o atual sistema de controle no tênis feito pela WADA (Agência Mundial Anti-doping): "O tênis hoje é limpo graças ao sistema de controle. Creio que ajuda muito o fato de termos de estar disponíveis para o teste 365 dias no ano", concluiu.
banner
banner