X

Moya e Ferrero buscam vaga na decisão a partir das 15h

Sábado, 18 de fevereiro 2006 às 00:40:00 AMT

Link Curto:

Moya Coletiva


Fabrizio Gallas, Direto de Buenos Aires


Carlos Moya vs. Juan Carlos Ferrero. O jogo mais esperado do torneio ATP de Buenos Aires reunirá dois gigantes campeões de Roland Garros e ex-líderes do ranking de entradas. O duelo acontecerá neste sábado a partir das 15h, horário de Brasília, na quadra central do Buenos Aires Lawn Tennis Club e vale vaga na decisão do torneio.


Os amigos Ferrero e Moya tem história no circuito profissional. Até hoje foram 11 encontros com vantagem para Juan Carlos que venceu sete. Todavia, Moya venceu os dois últimos.

"De outras vezes que nos enfrentamos foi uma dura batalha, estavamos em melhor forma. Ele tem retrospecto positivo, mas ganhei a última. Jogar com o Ferrero será muito bonito para o público." declarou Carlos que nesta sexta passou com facilidade pelo espanhol Ruben Ramirez Hidalgo por um duplo 6/2.

"Hoje corri muito, joguei muito. Me haviam dito que ele (Ruben Hidalgo) estava lesionado, entrei um pouco frio e tive que me esquecer das condições físicas dele. Me senti no meu melhor dia no torneio bati muito bem e me dá confiança para amanhã." declarou o número 34 do mundo que antes de sua partida de quartas de final recebeu o prêmio Charlie Gattiker, dedicado aos tenistas mais cordiais no torneio argentino. Ele foi o primeiro não argentino a receber este troféu.

"Cheguei no primeiro dia com muitas dúvidas sobre minha parte mental, pois não jogava há quase um mês, tive uns problemas com o calor nos primeiros dias de treinamento, mas hoje depois de três jogos estou mais relaxado e num nível muito bom."

Ferrero, número 18 do mundo e terceiro cabeça em Buenos Aires, confia em seu jogo e na chance de vitória, mas tem consciência da dureza do confronto deste sábado: "Nas duas últimas vezes que joguei contra ele na última perdi 6/4 no terceiro set creio que nos dois temos um nível parecido nesse tipo de quadra e se ele sacar bem e tiver com uma boa direita será um jogo muito difícil, mas confio em mim e tenho possibilidades. Somos grandes amigos já jogamos muitas vezes juntos."

O "mosquito", que passou pelo italiano Potito Satarace por 6/3 7/5 na noite desta sexta, creditou ao backhand como fator fundamental da vitória: "É o primeiro dia que jogo de noite e a quadra está um pouco mais lenta, assim me sinto bem e creio que hoje joguei mais solto com minha direita, podendo fazer pontos mais rápidos que os outros dias. A chave de hoje foi o revés e depois abrir a quadra com a direita."
teninews.com.br
br.jooble.org