X

Moya derrota compatriota em Buenos Aires e chega às semifinais

Sexta, 17 de fevereiro 2006 às 22:10:29 AMT

Link Curto:

Carlos Moya

Daniel Lacerda, Direto de Buenos Aires

Se a partida anterior contra Nicolas Massu foi difícil para Carlos Moya, o mesmo não pode ser dito sobre a de hoje diante de seu compatriota Ruben Ramirez Hidalgo. O ex-número um do mundo não teve qualquer trabalho para vencer em sets diretos, com duplo 6/2. Seu próximo adversário sairá do jogo entre Juan Carlos Ferrero e Potito Starace.

O equilíbrio no jogo só existiu no início. Ainda motivado por ter vencido duas partidas no torneio, Ramirez Hidalgo conseguiu endurecer as coisas nos quatro primeiros games, mas foi só ter seu saque quebrado em seguida para tudo seguir o rumo esperado.

Ao derrubar o saque de Ramirez Hidalgo, Carlos Moya ganhou confiança e mostrou enorme solidez no fundo de quadra. Acertando direitas de todos os cantos e de todos os jeitos, o campeão de Roland Garros em 1998 conseguiu ainda outra quebra no sétimo game, antes de confirmar o seu serviço e fechar por 6 a 2.

Se no set inicial Ramirez Hidalgo ainda conseguiu resistir, na segunda parcial a história foi diferente. Logo nos primeiro e terceiro games, ele teve seu saque quebrado e, a partir daí, Moya administrou o dele e fechou também por 6/2.

Com a vitória, Moya espera seu compatriota Juan Carlos Ferrero ou o italiano Potito Starace, que se enfrentam no fechamento da rodada noturna. Em ambos os casos, ele terá que enfrentar também o retrospecto, já que diante de Ferrero tem sete derrotas em 11 partidas, enquanto contra Starace, ele perdeu os dois jogos que disputou.
teninews.com.br
br.jooble.org