X

Hewitt e Coria precisam de cinco sets para se classificarem

Terça, 17 de janeiro 2006 às 09:29:16 AMT

Link Curto:

Hewitt - Australia
A dupla Lleyton Hewitt e Guillermo Coria sofreu bastante nesta terça-feira para se classificarem à segunda rodada do Australian Open. Ambos precisaram passar por longa batalha de cinco sets para vencerem respectivamente Robin Vik (CZE) e Victor Hanescu (ROM).

Dono da casa e terceiro favorito ao título, Lleyton Hewitt obteve uma dramática vitória na primeira rodada em Melbourne. Ataul vice-campeão do torneio, o tenista número quatro do mundo não fez uma boa pré-temproada de torneios antes do Australian Open, caindo nas oitavas em Adelaide e quartas em Sydney.

Quando saiu o sorteio da chave e o tenista logo reclamou da quadra, muito já se pensava que seu futuro em Melbourne Park seria curto, e por pouco não acabaria no segundo dia de competições. Logo no primeiro set, o tcheco Robin Vik, número 58 do mundo, começou na frente com uma quebra. Mas, Hewitt conquistou a virada e carimbou 6/4.

Nos dois sets seguintes, muito sofrimento e desilusão para a torcida australiana. Vik se aproveitou da falta de ritmo do adversário e marcou com facilidade 6/2 e posteriormente 7/5.

O quarto set foi o mais disputado. Lleyton precisou de 58min para vencer uma épica batalha no tie-break 7/6 (7/4) e de mais 49min para fechar o jogo por 6/4. Ao final da partida o tenista de Adelaide terminou com menos pontos que o adversário (103 a 108). Na próxima rodada ele enfrenta o argentino Juan Ignacio Chela que passou com facilidade pelo garoto prodígio Andy Murray (GBR) por 6/1 6/3 6/3. Os dois já se enfrentaram três vezes na turnê, com duas vitórias do australiano. A última no próprio Aberto da Austrália na terceira rodada de 2005, em quatro sets.

Guillermo Coria

Um dos expoentes do esquadrão argentino que se faz presente no Aberto da Austrália, o argentino Guillerno Coria (9) sabia que a partida contra o romeno Victor Hanescu 38 do ranking não seria fácil. E a expectativa se confirmou com uma difícil vitória por 3 sets a 2 parciais de 6/4 1/6 4/6 6/2 6/1, em 3h 29min. Coria se encontrou somente nos dois últimos sets quando voltou a praticar um bom tênis e não deu esperanças para Hanescu seguir adiante no torneio.

No 1 set o romeno começou agressivo com boas passadas de direita, já que Coria surpreendentemente subia a rede. Mesmo assim Coria conseguiu quebrar o saque de Hanescu já no segundo game, mas logo em seguida o romeno devolveu a quebra fazendo 1x2. O jogo seguiu equilibrado com alternâncias e o argentino consegue abrir 4x2 e confirmar seu saque ate fechar em 6/4.

No segundo set Hanescu simplesmente atropelou Coria fazendo 6/1 com golpes de direita e esquerda e aproveitando-se da ineficiência no saque do argentino que cometeu ao todo 17 duplas faltas no jogo.

No terceiro set o romeno se impôs e se aproveitou da falta de confiança de Coria, principalmente no 1 serviço e quebrou três vezes contra duas o saque do argentino para fechar em 6/4.

No fim do terceiro set devido ao desgaste provocado pelo forte ritmo da partida e pelo sol que castigava os tenistas foi pedido atendimento, por parte dos dois jogadores, aos fisioterapeutas.

E parece que essa parada foi providencial para que Coria iniciasse o quarto set arrasador. O numero 9 do mundo simplesmente não deu qualquer chance para o romeno e na troca de bolas no fundo da quadra mostrou sua superioridade. Aplicou 6/2 com duas quebras de saque.

O quinto e decisivo set foi mais tranqüilo ainda para Coria. Jogando com a volta da confiança contra um Hanescu já desanimado o argentino quebrou por três vezes o saque do romeno. Com a habitual desenvoltura fechou o set em 6/1 e o jogo em 3 sets a 2. Agora na próxima rodada ele pegará o italiano Federico Luzzi que eliminou o costa riquenho Juan Antonio Marin por 3 sets a 0 parciais 6/1 6/4 7/5. No único confronto entre os dois tenistas o italiano levou a melhor em 2000 pelo torneio de Kiztbuhel, na Áustria, vencendo por 7/6 e 6/3.

banner
banner