X

Especial - Análise da Chave do Australian Open

Sábado, 14 de janeiro 2006 às 21:11:04 AMT

Link Curto:

Australian Open

Por Daniel Lacerda, Tênis News

O sorteio ocorreu na sexta-feira e, com o fim do quali, todos os jogos da primeira rodada já estão definidos. A Tênis News traz para você agora, uma análise da chave masculina do Australian Open, com os confrontos dos oito principais cabeças de chave e dos brasileiros que participarão do torneio.

Chave Completa do Australian Open


ROGER FEDERER (SUI, 1) x DENIS ISTOMIN (UZB)

Roger Federer não tem do que reclamar. Sua estréia é sob medida para pegar ritmo de jogo. A não ser que aconteça uma tragédia, ele deve passar sem sustos pelo primeiro jogo. Istomin, do Uzbequistão, que é número 195 do mundo, tem como melhores resultados alguns títulos em futures e challengers que ocorreram em seu país. Caso confirme seu amplo favoritismo, o suíço irá enfrentar o vencedor do confronto entre o sul-coreano Hyung Taik Lee e o alemão Florian Mayer. Mais uma vez o suíço não deve encontrar dificuldades, já que nenhum dos dois tenistas atravessa o melhor momento de suas carreiras. Na terceira rodada, poderia haver um jogo contra o perigoso bielorrusso Max Mirnyi, que estréia diante do francês Thierry Ascione. Em uma eventual oitavas de final, o número um do mundo pode enfrentar Olivier Rochus, Richard Gasquet ou Tommy Haas, que o venceu no torneio-exibição Kooyong Classic na última semana.

IVO KARLOVIC (CRO) x NIKOLAY DAVYDENKO (RUS, 5)

O russo Nikolay Davydenko, ao contrário de Federer, pode reclamar sim do sorteio. Sua estréia diante do perigosíssimo Ivo Karlovic exige atenção redobrada. O croata, de 2,08m, é um excelente sacador e praticamente só isso. Mas em uma quadra rápida, já é o suficiente para incomodar. Em três confrontos diretos, Davydenko venceu dois. Caso avance, o russo irá enfrentar o vencedor do duelo entre o americano Kevin Kim e o israelense Harel Levy. Nenhum dos dois deve impor grandes dificuldades. Em uma possível terceira rodada, o adversário mais difícil seria o italiano Filippo Volandri, que estréia diante do australiano Nathan Healey. Nas oitavas, os confrontos podem ser contra Dominik Hrbaty ou Igor Andreev, vice em Sydney nesta semana.

LLEYTON HEWITT (AUS, 3) x ROBIN VIK (CZE)

Hewitt pegou uma chave que, se não pode ser considerada muito difícil, também não pode ser considerada muito fácil. Sua estréia será diante do tcheco Robin Vik, a quem nunca enfrentou. Não parece ser difícil e o australiano deve passar de fase. Na segunda rodada, ele enfrenta o vencedor do duelo entre o britânico Andy Murray e o argentino Juan Ignácio Chela. Caso enfrente o argentino, haverá uma reedição do conturbado jogo entre os dois no Australian Open do ano passado. Na ocasião, Chela se enervou com as exageradas comemorações de Hewitt e chegou a cuspir em sua direção. Esse fator poderia tornar o jogo mais perigoso. Na terceira rodada, o adversário mais provável seria o espanhol Fernando Verdasco, que estréia diante do dinamarquês Kenneth Carlsen. Nas oitavas, certamente haveria trabalho para o ex-número um do mundo, já que pode cruzar com Nicolas Kiefer ou Juan Carlos Ferrero.

VICTOR HANESCU (ROM) x GUILLERMO CORIA (ARG, 6)

A chave de Coria se complica a partir da terceira rodada. A estréia diante de Hanescu não é tão fácil assim, mas se o argentino encaixar seu jogo deve avançar. O confronto direto aponta 2 a 0 para o hermano. Em uma segunda rodada, ele pode enfrentar o espanhol Alberto Martin ou o costarriquenho Juan Antonio Marin. Mais uma vez não parece haver sérios obstáculos para o argentino. Já a partir da terceira rodada os problemas aparecem. Ele pode cruzar contra Sebastien Grosjean ou Mark Philippoussis, que se enfrentam, em um bom jogo de primeira rodada. Já nas oitavas, Fernando Gonzalez, Gael Monfils ou Arnaud Clement, finalista em 2001, serão oponentes difíceis.

GASTON GAUDIO (ARG, 8) x RAZVAN SABAU (ROM)

Gaudio também enfrentará um romeno em sua estréia. Mas esse romeno teoricamente, é mais tranqüilo do que o de Coria. Gaudio se jogar bem, avança. Na segunda rodada, ele cruza contra o vencedor do jogo entre os alemães Lars Burgsmuller e Rainer Schuettler. Schuettler, apesar de não atravessar boa fase, foi finalista em 2003 e isso pode ser um complicador da partida. Caso o argentino passe pelos dois primeiros jogos, sua terceira rodada pode ser contra o espanhol Carlos Moya, finalista de 1997. Moya enfrenta na primeira rodada o romeno Andrei Pavel. Já nas oitavas, Gaudio poderia cruzar contra Mario Ancic, Florent Serra ou David Ferrer.

DANAI UDOMCHOKE (THA) x DAVID NALBANDIAN (ARG, 4)

Nalbandian chega cercado de grande expectativa a este Aberto da Austrália. Depois de seu espetacular título da Masters Cup, quando superou Federer em uma batalha épica, boa parte das atenções recairá sobre seus ombros. E sua estréia não poderia ser melhor para se acostumar a essa responsabilidade. Contra Udomchoke, que veio do quali, o argentino não deve encontrar dificuldade. Passando pela estréia, ele pode enfrentar o suíço Stanislas Wawrinka ou o espanhol Alberto Montañes. Wawrinka ainda é jovem, mas pode ser até um jogo perigoso. Em sua terceira rodada, Nalbandian pode enfrentar um jogador ainda mais complicado: o finlandês Jarkko Nieminen, campeão em Auckland essa semana. Nieminen estréia diante do australiano Marc Kimmich. Nas oitavas, os jogos podem ser ainda mais difíceis e seus possíveis oponentes seriam Tommy Robredo, Tim Henman ou James Blake, campeão em Sydney.

IVAN LJUBICIC (CRO, 7) x CHRIS GUCCIONE (AUS)

Ljubicic pegou uma ótima chave. Sua estréia diante de Chris Guccione só pode complicar se a torcida influenciar no ânimo do australiano. Caso isso não ocorra, é difícil imaginar uma queda precoce do croata. Passando pela estréia, ele pode enfrentar o tcheco Lukas Dlouhy ou o alemão Philipp Kohlschreiber. Essa segunda rodada não parece apresentar problemas e a lógica aponta Ljubicic na terceira fase sem sustos. Na terceira rodada, Ljubicic pode enfrentar o espanhol Feliciano Lopez, que estréia contra o brasileiro, com cidadania alemã, Tomas Behrend. Ricardo Mello também poderia ser um adversário de terceira rodada. Já nas oitavas, complica um pouco a chave e o croata pode encarar Tomas Berdych ou Thomas Johansson, campeão em 2002.

MICHAEL LAMMER (SUI) x ANDY RODDICK (EUA, 2)

A estréia de Roddick parece sob medida para ele se refazer da derrota na estréia do US Open. Apesar de ser suíço, o que definitivamente Roddick não gosta, a estréia deve ocorrer sem percalços. Avançando, o panorama não muda e o americano enfrenta o ganhador do jogo entre o sul-africano Wesley Moodie e o espanhol Oscar Hernandez. Se chegar como se espera, sem sustos à terceira rodada, Roddick pode enfrentar um jogo mais complicado contra o seu compatriota Taylor Dent, que estréia diante do espanhol Guillermo Garcia-Lopez. Nesta fase também ele pode enfrentar o brasileiro Marcos Daniel. Nas oitavas, os jogos mais prováveis seriam contra Radek Stepanek ou Robby Ginepri.

RICARDO MELLO (BRA) x GILLES MULLER (LUX)

Mello terá uma estréia complicada na Austrália. Gilles Muller é ótimo sacador e tem no currículo recentes vitórias sobre Andy Roddick no US Open e sobre Rafael Nadal em Wimbledon. No confronto direto, o brasileiro leva vantagem por 1 a 0 e a vitória ocorreu no challenger de Belo Horizonte no em 2002. Caso avance, Mello enfrenta o vencedor do jogo entre Feliciano Lopez e Tomas Behrend. Superando mais essa fase, ele pode encarar Ivan Ljubicic na terceira rodada.

MARCOS DANIEL (BRA) x JULIEN BENNETEAU (FRA)

Daniel terá pela frente um jogador vindo do quali. Sem dúvida o sorteio poderia ter sido mais cruel e colocado o brasileiro diante de um cabeça de chave, mas um jogador vindo do quali pode se tornar perigoso pelo ritmo de jogo, que Marcos Daniel, com suas duas derrotas esse ano, não tem. A campanha do francês no quali teve vitórias sobre o alemão Michael Kohlmann, o polonês Adam Chadaj e o canadense Frank Dancevic. Caso passe pela estréia, Daniel enfrenta o vencedor do jogo entre o americano Taylor Dent e o espanhol Guillermo Garcia Lopez. Em uma possível terceira rodada, o brasileiro pode enfrentar Andy Roddick.
banner
banner