X

Simoni derruba cabeça 1 em São Paulo

Quarta, 04 de janeiro 2006 às 12:31:09 AMT

Link Curto:

Alexandre Simoni III
O brasileiro Alexandre Simoni (465 do mundo) jogou um tênis de alta qualidade e derrubou o argentino Carlos Berlocq, cabeça-de-chave número 1 e 79 do ranking, avançando para as quartas-de-final do Nossa Caixa Tennis Cup - Aberto de São Paulo, no Parque Villa-Lobos (SP). Com autoridade, ele fez 2 a 0 (duplo 6/3) e provocou a primeira grande surpresa do torneio.


“Antes de começar essa competição eu pensei em parar de jogar. No dia 31 de dezembro conversei com meu irmão (treinador), minha mãe e minha namorada. Depois me tranquei no quarto e fiquei chorando. Mas depois da vitória de hoje decidi continuar jogando. Minha cabeça pensa uma coisa, só que Deus está me mostrando outra”, disse.

Simoni, que já esteve entre os 100 melhores do mundo, disse que os 10 anos de experiência dentro do circuito o ajudaram em quadra: “Ganhei do número 79, mas não penso nisso. Estou mais maduro. Tive contusões, perdi patrocínios, fiquei sem dinheiro para viajar, mas tive forças para me motivar e dar a volta por cima. Espero que tudo continue dando certo”, falou.

Carlos Berlocq afirmou, ao final do jogo, que não estava decepcionado: “Ele (Simoni) jogou muito bem. Sacou forte e prejudicou minha devolução. Não estava em um bom dia. Isso acontece”.

O argentino Sergio Roitman (169), venceu hoje o brasileiro André Ghem por 6/4 e 6/3 e será o adversário de Alexandre Simoni nas quartas-de-final do Nossa Caixa Tennis Cup. Simoni passou pelo qualifying e venceu hoje de manhã o argentino Carlos Berlocq, cabeça-de-chave no. 1 do torneio, por 6/3 e 6/4.

O JOGO

Alexandre Simoni não deu a menor chance para o argentino desde o início. Com uma quebra no sexto game, abriu 4 a 2 e manteve o saque para fazer 6/3. Berlocq demonstrava estar um pouco nervoso com a eficiência do brasileiro e, em nenhum momento, conseguiu impor ritmo.

No segundo set, Simoni, que veio do qualifying acelerou ainda mais. Com duas quebras (quinto e nono games), fez novamente 6/3 e fechou o jogo em 2 a 0 para avançar às quartas-de-final. E também para mudar de idéia em relação ao seu futuro: vai continuar jogando tênis. E pretende ir longe no Aberto de São Paulo para poder fazer algumas viagens na temporada de 2006.

Fonte: Patricia Simon
banner
banner