X

Cabeças de chave avançam na Masters do Unimed

Quarta, 23 de novembro 2005 às 19:32:20 AMT

Link Curto:

Ricardo Siggia
Os principais favoritos ao título das categorias 18 e 16 anos do Master do circuito Unimed de tênis infanto-juvenil brasileiro estrearam com vitória nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro.


Moacir Santos, primeiro da lista dos 18, e Ricardo Siggia, cabeça-de-chave 1 dos 16, avançaram à segunda rodada da competição, que reúne os oito melhores do circuito e mais um convidado nas categorias 12, 14, 16 e 18 anos masculino e feminino até sábado no Clube dos Caiçaras. Nesta quinta-feira é a vez de as meninas entrarem em ação na competição. A rodada começa às 10h e contará com 19 jogos.

O paranaense Moacir Santos, número 1 do Brasil e campeão do circuito Unimed 2005 por antecipação, fez sua primeira partida no torneio contra o paulista Edésio Semençato e confirmou seu favoritismo ao vencer por duplo 6/2. Vencedor de cinco das oito etapas disputadas até agora, Moacir enfrenta agora o paulista Augusto Elias.

Ricardo Siggia, segundo melhor tenista do país nos 16 anos e primeiro pré-classificado do Master, teve trabalho no primeiro set, mas na segunda parcial encontrou seu jogo e venceu o catarinense Thales Turini por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7/3) e 6/2.

- Abri vantagem logo no início do primeiro set, mas ele correu atrás e buscou o resultado. Eu estava desconcentrado e acabei perdendo um pouco o controle. Mas no segundo set joguei melhor e consegui me impor – disse Siggia, que precisa ser vice-campeão para não depender de outros resultados e conquistar o título do circuito.

Número 1 do Brasil na categoria e segundo cabeça-de-chave do Master, o paulista Fernando Romboli é o rival direto de Siggia na briga pelo título. Mas, mesmo que seja campeão, ele precisa torcer para que o adversário não seja o outro finalista. Nesta quarta, Romboli derrotou o paulista Danilo Ferraz por 6/4 e 6/2.

Resultados da rodada:

12 anos masculino:

Francisco Zambon (SP) v. Daniel Burman (RJ) – 6/0 6/0
Bruno Sant’Anna (SP) v. Raul Francisquiny (SP) – 6/0 6/2
Oscar Gutierrez (RS) v. Vitor Pinheiro (SP) – 6/2 6/0
Vitor Galvão (RJ) v. Matheus Costa (SP) – 6/0 6/4
Thiago Pinheiro (SP) v. Francisco Zambon (RJ) – 6/1 7/5

14 anos masculino

Victor Martins (SP) v. Rafael Cattley (RJ) – 6/1 6/1
Bernardo Lipschitz (RJ) v. Ídio Escobar (SP) – 6/4 6/2
André Vidaller (SP) v. Rodrigo Almeida (PR) – 6/2 6/2
Gabriel Dias (MG) v. Keiji Hinohara (RS) – 6/3 6/4
Victor Martins (SP) v. Bruno Orlandini (SP) – 2/6 6/2 7/5
16 anos masculino:

Thales Turini (SC) v. Bruno Monteverde (RJ) – 6/0 6/1
Henrique Cunha (SP) v. Ivan Castro (SP) – 6/4 6/4
Lucas Lopasso (SP) v. Gustavo Andrade (PR) – 6/3 6/3
Fernando Romboli (SP) v. Danilo Ferraz (SP) – 6/4 6/2
Ricardo Siggia (SP) v. Thales Turini (SC) – 7/6 (7/3) 6/2

18 anos masculino:

Nicolas Santos (SP) v. Lucas Santos (RJ) – 6/0 6/3
Moacir Santos (PR) v. Edésio Semençato (SP) – 6/2 6/2
Augusto Elias (SP) v. Lucas Pereira (SP) – 6/3 6/4
Dariel Leon (SP) v. Victor Vaz (SP) – 6/3 7/5
Victor Melo (PR) v. Nicolas Santos (SP) – 6/2 6/4

Fonte: Try Sports Press
banner
banner