X

Retrospectiva 2007 - Julho - Federer é penta na grama em duelo fantástico

Segunda, 24 de dezembro 2007 às 11:10:47 AMT

Link Curto:

Federer Campeão Wimbledon
O mês de julho teve como destaque o mais tradicional torneio de tênis do mundo: Wimbledon. Roger Federer buscava igualar uma marca do lendário Bjorn Borg. André Sá e Marcelo Melo, por sua vez, fizeram história na competição. No feminino, uma zebra quase aprontou e ficou com a taça, mas no final o título ficou em mãos consagradas. Julho teve ainda a final do Pan-Americano, vencido por Flávio Saretta. Sabe o que mais? Clique e acompanhe a sétima parte da retrospectiva da Tênis News.

Poucas vezes o Torneio de Wimbledon foi tão conturbado quanto a edição 2007. A chuva resolveu cair como nunca e a programação ficou toda atrasada. Pior para o lado da chave de Rafael Nadal, que teve que jogar partidas em dias consecutivos.

Ao mesmo tempo, momentos marcantes fizeram parte do torneio. Para os brasileiros, a edição 2007 ficará marcada pelo jogo entre a dupla André Sá / Marcelo Melo contra a parceria formada pelo australiano Paul Hanley e pelo zimbabuano Kevin Ullyett. Em partida que teve duração de quatro dias, devido aos adiamentos provocados pela chuva, e recorde de games jogados no quinto set, Sá e Melo venceram por 5/7 7/6 (7/4) 4/6 7/6 (9/7) 28/26. A campanha vitoriosa, por sinal, não parou aí. André e Marcelo chegaram à semifinal, quando foram derrotados pelos franceses Michael Llodra e Arnaud Clément por 3 sets a 0.

Na chave de simples masculina, os olhos estavam todos em Roger Federer. O suíço poderia se tornar o segundo jogador na história a conquistar cinco títulos consecutivos em Wimbledon e igualar o feito do sueco Bjorn Borg. Para isso, ele teria que superar sete adversários.

O primeiro deles foi o russo Teimuraz Gabashvili. Na segunda rodada, ele superou o argentino Juan Martin Del Potro. A terceira rodada reservava um duelo perigoso diante de Marat Safin. Mas o suíço passeou e venceu em três sets.

Nas oitavas, Federer nem precisou entrar em quadra, já que o seu oponente, o alemão Tommy Haas, alegou contusão e desistiu. Nas quartas, o número 1 do mundo perdeu seu primeiro set na competição, mas venceu o espanhol Juan Carlos Ferrero por 3 a 1. Na semifinal, Roger derrotou o francês Richard Gasquet por 3 a 0. Era o passaporte para a final.

Do outro lado, com muito mais dificuldade, aparecia Rafael Nadal. Após vencer Mardy Fish e Werner Eschauer por 3 a 0, o espanhol já encontrou resistência na terceira rodada. Diante do sueco Robin Soderling, o número 2 do mundo precisou de cinco sets para sair com a vitória.

Nas oitavas, nova batalha de cinco sets e vitória sobre Mikhail Youzhny. Nas quartas, Nadal venceu Tomas Berdych e na semi, o espanhol contou com a desistência de Novak Djokovic, quando o jogo estava 1 set a 1.

Na final, Federer não mostrou seu melhor tênis por boa parte do jogo, enquanto Nadal se superava e atuava com mais consistência. Quando o jogo estava 2 sets a 2, entretanto, o suíço mostrou seu repertório, foi brilhante e levou o título. A vitória do número 1 do mundo teve parciais de 7/6 (9/7) 4/6 7/6 (7/3) 2/6 6/2. Após a partida, Roger Federer chorou copiosamente. A marca de Borg estava igualada.

Na chave feminina, a final reservou uma surpresa: a presença da francesa Marion Bartoli, que na semifinal derrotou Justine Henin. A outra finalista foi Venus Williams, que havia superado Ana Ivanovic. O jogo mesmo não teve muita emoção. A americana saiu com a vitória por 6/4 e 6/1 e voltou a erguer um troféu de Grand Slam.

O mês de julho teve ainda a realização do Pan-Americano do Rio de Janeiro. Na chave feminina, o país ficou sem medalha, mas no masculino, Flávio Saretta chegou à final. Com a chuva torrencial que castigou a Cidade Maravilhosa, a decisão mudou de local. Se o palco não foi o melhor, o jogo compensou. Uma final emocionante deu o título ao brasileiro. Ele derrotou o chileno Adrian Garcia por 6/3 4/6 7/6 (7/2) e ficou com o ouro. Foi a segunda conquista consecutiva de pan-americano entre os brasileiros na categoria simples masculina. Em 2003, na cidade de Santo Domingo, na República Dominicana, a medalha dourada foi de Fernando Meligeni.

Veja quem foram os outros campeões de julho, com destaque para o título de Rafael Nadal em Stuttgart:

Masculino:

Wimbledon: Roger Federer (SUI) 3x2 Rafael Nadal (ESP) 7/6, 4/6, 7/6, 2/6, 6/2
Gstaad: Paul Henri Mathieu (FRA) 2x1 Andreas Seppi (ITA) 6/7, 6/4, 7/5
Bastad: David Ferrer (ESP) 2x0 Nicolas Almagro (ESP) 6/1, 6/2
Newport: Fabrice Santoro (FRA) 2x0 Nicolas Mahut (FRA) 6/4, 6/4
Stuttgart: Rafael Nadal (ESP) 2x0 Stanislas Wawrinka (SUI) 6/4, 7/5
Los Angeles: Radek Stepanek (CZE) 2x1 James Blake (EUA) 7/6, 5/7, 6/2
Amersfoort: Steve Darcis (BEL) 2x0 Werner Eschauer (AUT) 6/1, 7/6
Umag: Carlos Moya (ESP) 2x0 Andrei Pavel (ROM) 6/4, 6/2
Kitzbuhel: Juan Monaco (ARG) 2x1 Potito Starace (ITA) 5/7, 6/3, 6/4
Indianápolis: Dmitry Tursunov (RUS) 2x0 Frank Dancevic (CAN) 6/4, 7/5

Feminino:

Wimbledon: Venus Williams (EUA) 2x0 Marion Bartoli (FRA) 6/4, 6/1
Palermo: Agnes Szavay (HUN) 2x0 Martina Muller (ALE) 6/0, 6/1
Cincinnati: Anna Chakvetadze (RUS) 2x0 Akiko Morigami (JPN) 6/1, 6/3
Stanford: Anna Chakvetadze (RUS) 2x0 Sania Mirza (IND) 6/3, 6/2
Bad Gastein: Francesca Schiavone (ITA) 2x0 Yvonne Meusburger (AUT) 6/1, 6/4
teninews.com.br
br.jooble.org