X

Haas: 'Fui envenenado. Pensei que iria morrer'

Quarta, 07 de novembro 2007 às 20:58:59 AMT

Link Curto:

Tommy Haas - Australia
A denúncia de que Tommy Haas foi envenenado, no confronto contra a Rússia pela Copa Davis, ganhou mais um capitulo. O próprio tenista disse, em entrevista para a agência SID, que se sentiu muito mal no fim de semana da Davis, principalmente na madrugada de sábado para domingo.



Leia Mais:
Russos negam envenenamento de Haas
Federação Alemã diz que não há evidências sobre envenenamento
Haas teria sido envenenado na Davis
Federer pega grupo fácil em Shanghai. Nadal e Djokovic se enfrentam
Nalbandian quer ser número 1 do mundo

A semifinal foi realizada em Moscou, e o país anfitrião saiu vencedor por 3 a 2. O suposto envenenamento teria o intuito de deixar de fora o tenista, principal da equipe alemã.

- Nunca me senti tão mal na vida como naquela noite, de sábado para domingo. Das oito horas que devia estar dormindo, passei seis no banheiro. Pensei que iria morrer - disse Haas, atual número 13 do mundo.

O médico da equipe tentou fazer de tudo para que o tenista melhorasse. Aplicou injeções, deu remédios, mas nada adiantava. Apesar de passadas seis semanas do incidente, o alemão afirma que ainda sente os efeitos.

- Não estou 100% ainda. Meu estômago às vezes me incomoda, faz coisas malucas. Por isso não disputei o torneio de Lyon - disse o tenista que fará novas análises sanguíneas e de DNA na próxima semana em Nova York para saber qual é realmente e problema e suas conseqüências a longo prazo

A Federação Internacional de Tênis irá investigar o caso. Bill Babcock, chefe do comitê da Copa Davis pela ITF estará no comando.

- Essa é uma acusação muito séria. Nós já começamos as investigações e queremos respostas imediatas - disse Barbara Travers, responsável pela comunicação da ITF.
banner
banner