X

Djokovic destaca efeito positivo em seu jogo após paternidade

Terça, 01 de novembro 2022 às 21:10:33 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Novak Djokovic, número seis do mundo e atual campeão do Masters 1000 de Paris, na França, comemorou sua vitória na estreia sobre o americano Maxime Cressy, 34º colocado, por 7/6 (7/1) 6/4.



“Estou feliz com a forma como joguei. Consegui aproveitar as oportunidades quando elas surgiram, mesmo que não tenha convertido todas as bolas de quebra. Foi um primeiro jogo difícil contra um tenista que saca extremamente forte e rápido tanto no primeiro quanto no segundo saque. Acho que ele é realmente o único jogador que vai para a rede em cada primeiro e segundo saque. Não cometi muitos erros não forçados. Foi tudo positivo da minha parte”, disse Djokovic.

Djokovic comentou sobre a possibilidade de Carlos Alcaraz fechar o ano no topo: "Ele teve um ano incrível. Ele merece estar nessa posição pelos resultados que teve. No final, os resultados são o melhor critério de classificação. Ele ganhou um Grand Slam e tem jogado consistentemente bem. Apesar de ter apenas 19 anos, ele joga com muita maturidade, com muita energia. Ele também tem um grande treinador, alguém que esteve em seu lugar, o ex-número um Ferrero. É uma combinação perfeita. Ferrero sabe exatamente o que você está passando, como ajudá-lo mentalmente a suportar a pressão de ser o número um e todos querendo te destronar. Este é apenas o seu começo, mas ele está com fome de sucesso. Agora ele terá que defender pontos, algo diferente. Quando você é quem está perseguindo, você tem menos pressão, quando eles estão atrás de você, quando todo mundo quer estar onde você está, as coisas mudam mentalmente. Veremos como corre."

Nole destacou o fator positivo em sua paternidade. Recentemente, Rafael Nadal e Daniil Medvedev viraram pais: "Isso me mudou muito como pessoa, não tanto como profissional. Graças à minha esposa, pude continuar jogando tênis neste nível. É importante ter alguém que te apoie em tudo, e ela se sacrificou muito para que eu possa competir. Tive uma das minhas melhores temporadas logo após me tornar pai em 2014. No final do ano me tornei pai e 2015 foi um dos meus melhores anos. Foi uma imensa fonte de energia e motivação."

teninews.com.br
br.jooble.org