X

Alcaraz se diz preparado para encarar Nadal ou Djokovic

Sexta, 27 de maio 2022 às 18:31:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após se vingar do americano Sebastian Korda e se garantir nas oitavas de final de Roland Garros, o espanhol Carlos Alcaraz concedeu uma boa entrevista em quadra para Mats Wilander e falou sobre o fato de estar curtindo cada segundo dentro das quadras de tênis.



“É maravilhoso jogar diante de uma ótima torcida, um ótimo ambiente aqui na Philippe Chatrier. Acho que a rodada noturna é divertida de jogar, acho que todo mundo curtiu o jogo e é muito bom jogar diante dessa torcida”, iniciou o jovem espanhol em conversa com Mats Wilander, ainda em quadra.

O sueco, ex-número 1 do mundo, questionou se Alcaraz se diverte todas as vezes que joga tênis e o espanhol respondeu: “Claro que é. Eu acho muito divertido jogar tênis. Eu amo jogar tênis nesse tipo de quadra, amo jogar diante de uma ótima torcida, então, estou curtindo cada segundo”.

Wilander ainda chamou atenção para a escolha de Alcaraz por sacar e volear três vezes no mesmo game, quando sacava com 5/4 para fechar o 2º set e perguntou a razão por arriscar tanto: “Juan Carlos (Ferrero) sempre me diz para ser agressivo nos momentos mais complicados. Se eu posso sacar e volear, eu faço. NO segundo e terceiro saque e voleio, fiz porque estava confiante. É uma arma que eu tenho, então em momentos duros irei usar”.

Em clima de descontração, Wilander questionou quando foi a última vez que seu treinador, o também ex-número 1 do mundo Juan Carlos Ferrero o venceu e Alcaraz confessou: “Não faz tanto tempo, foi há alguns meses, acho que um ano, ele me venceu virando sets. Ele tem um bom saque, sabe, ele ainda pode vencer muitos jogadores assim”.

Em coletiva de imprensa o espanhol disse: "Eu diria que sou agressivo o tempo todo. Não importa se estou ganhando ou perdendo, se estou em um momento difícil ou em uma partida difícil. Mantenho meu estilo de jogo durante toda a partida. Diria que esta é a diferença."

Alcaraz afirmou que está preparado para encarar os dois monstros Nadal ou Djokovic que podem vir na semifinal: "Se estou ganhando, só tenho que enfrentar um deles. Acho que estou pronto. É diferente jogar contra eles. No Masters 1000 ou outro torneio é melhor de três, enquanto aqui são cinco sets, mas eu dizer que estou pronto".

Sobre seu próximo rival, Khachanov, ele aponta: "Só treinei com ele uma vez, mas vi alguns de seus jogos e sei que vai ser um jogo difícil. Mas, ao mesmo tempo, sei que ele é um adversário difícil e gosto desses jogos".

banner
banner