X

Tsitsipas enaltece Djokovic: 'É como um Fórmula 1. Uma máquina perfeita'

Domingo, 15 de maio 2022 às 14:49:29 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Stefanos Tsitsipas enalteceu o sérvio Novak Djokovic após ser derrotado por ele por 6/0 7/6 (7/5) na final do Masters 1000 de Roma, neste domingo, e o comparou até a um carro de Fórmula 1.



"Tentei aguentar a pancada inicial o melhor que pude. Ele jogou um primeiro set incrível, quase não cometendo erros não-forçados, comtrolando a bola perfeitamente e me machucando em cada golpe. Eu sabia que minhas chances viriam e foi uma pena não  aproveitá-las no segundo set. Servi para vencê-lo,  mas me faltava energia para conseguir aquela vitória parcial. Esforcei-me o tempo todo para chegar àquele nível que me permitiria virar o jogo, mas faltava alguma coisa", declarou Tsitsipas desesperado com a falta de visibilidade na pista, devido ao sol incipiente na pista. "Isso tem que ser resolvido porque há momentos em que é impossível ver a bola, não é comum em outros torneios", disse ele.

O grego teceu elogios ao sérvio: "Ele é um grande campeão, eu o respeito muito e apoio todas as decisões que ele tomou. Ele me parece uma pessoa muito inteligente, com muita sabedoria e que tem clareza sobre o que quer fazer com seu tênis e sua vida. Tudo tem um significado nele, da dieta ao jogo. Eu o vejo como um Fórmula 1, uma máquina perfeita em que o menor detalhe pode alterar seu ritmo para que ele tenha certeza de que tudo está perfeito. Seu profissionalismo é impecável, ele é um dos melhores de todos os tempos e me serve de inspiração", declarou o grego.

Tsitsipas colocou Nole e Carlos Alcaraz como favoritos para o Aberto da França que começa no próximo domingo. Ele é o atual vice-campeão do Grand Slam do saibro: "Aquele torneio é como uma maratona, exige o melhor de você a nível espiritual e físico, o saibro tem aquele aspecto de espremer absolutamente tudo em um tenista, a única maneira de ter sucesso é deixar sua pele e alma. Vou tirar uns dias de descanso e vou voltar a treinar com a mentalidade de enfrentar um desafio como este. No papel estou perto, mas preciso melhorar algumas coisas no meu tênis. Coloco Novak Djokovic e Carlos Alcaraz como favoritos ao título. Não sei se chegarei ao nível deles, mas espero conseguir. Vou ter que prestar atenção nos pequenos detalhes nas próximas semanas", alertou Stefanos Tsitsipas.

banner
banner