X

Nadal sobre lesão: 'Jogo com limitação há vários anos'

Quinta, 20 de janeiro 2022 às 13:30:19 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Rafael Nadal concedeu entrevista para a rádio Onda Cero e comentou mais uma vez sobre sua lesão no pé e disse que joga há vários anos com limitações e se desgastando cada vez mais



"Meu objetivo é que meu pé me permita competir sem nenhum tipo de limitação. Eu jogo com limitações há vários anos e a cada ano me desgastando mais. É por isso que estamos onde estamos hoje, mas com o sonho de poder voltar a ser como éramos antes. Não preciso jogar tênis para ser feliz. Sou feliz fora do tênis e quando você está com seu trabalho diário e não vê melhorias, é normal que haja momentos de altos e baixos".

"Falar de dureza quando estamos passando pelo que estamos passando me parece ridículo depois do grande número de mortes que ocorreram com a pandemia. foram muitas pessoas que morreram em hospitais sem poder ser acompanhadas por seus parentes. Comparado a isso, o meu é uma piada. Eu tento colocar as coisas em perspectiva. Em termos de saúde geral, estou bem e minha família também. A nível desportivo, houve tempos difíceis porque no final, são meses em que estás muito entusiasmado para trabalhar e a melhoria foi zero. Isso mentalmente faz com que tenhas dúvidas. Por isso é importante ter o pessoas certas ao seu lado e manter o espírito de trabalho e uma atitude adequada para poder lidar com todos esses momentos difíceis."

Rafa também falou sobre Novak Djokovic que gostaria de vê-lo em todos os torneios: "Tenho o maior respeito pela opinião de todos. A opinião de Djokovic em relação à minha está em posição muito distante. Há números que dizem que muitas pessoas morreram. Aparentemente, a coisa da vacina tem sido muito rápida e entendo que há pessoas que duvidam. Não sabemos isso 100%. O que sabemos 100% é o efeito do vírus e que se a vacinação não tivesse chegado, o número de mortos seria muito maior. Procuro acompanhar as pessoas preparadas em cada assunto".

"Quero que Djokovic participe do maior número possível de torneios porque gosto de ver os melhores e Nole está. É uma questão de saúde mental e os regulamentos de todos os países devem ser seguidos".

banner
banner