X

Comitê Olímpico Sérvio fala em escândalo a deportação de Djokovic

Domingo, 16 de janeiro 2022 às 11:38:31 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A decisão do Tribunal australiano pela deportação de Novak Djokovic já provou reações do Comitê Olímpico da Sérvia e também da Federação Sérvia de Tênis que não gostaram do resultado.



"O esporte, globalmente, se esforça constantemente para permanecer independente da política e das influências externas, pois o melhor só ganha nessas circunstâncias. Obviamente, não foi o caso desta vez e, de maneira antidesportiva, foi negado a Novak o direito de competir pelo seu décimo título no Aberto da Austrália", disse o Comitê Olímpico da Sérvia em comunicado.

“Era especialmente inaceitável ter obviamente esperado por uma decisão de última hora antes do início do torneio, para que Novak se encontrasse em uma posição completamente desigual com outros tenistas se tivesse permissão para ficar na Austrália”.

"É por isso que, apesar desta decisão ultrajante, consideramos Novak um vencedor mais uma vez", concluem.

A Federação Sérvia de Tênis disse que tudo foi uma "farsa" e uma "vitória da política sobre o esporte", o que levanta muitas questões. "Que mensagem manda a Austrália, dupla organizadora dos Jogos Olímpicos, para sua terceira organização, em 2032 ?", pergunta a Federação em comunicado.

Ele ressalta que a Austrália violou o princípio olímpico de que é "importante participar" e denuncia uma "falta de reação ao longo do caso" por parte da ATP e de outras instituições esportivas mundiais.

banner
banner