X

Medvedev revela ódio quando chega no saibro

Domingo, 02 de maio 2021 às 17:03:23 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Tenista número três do mundo, o russo Daniil Medvedev revelou, em entrevista coletiva, que não irá mudar sua relação com o saibro o qual obtém raros bons resultados. Ele nunca ganhou uma estreia em Roland Garros.



“Eu honestamente não acho que vai mudar. Acho que meus golpes e meu físico não se adaptam bem a essa superfície. Na primeira semana que chego ao saibro, odeio tudo ao meu redor. Odeio estar na quadra e isso é muito raro para mim. Aí eu me acostumo e a situação melhora. O que mais me motiva é que sou capaz de vencer jogos aqui. Há alguns anos venci grandes jogadores no saibro, estava em muito boa forma. Então eu sei que sou capaz de fazer isso de novo, eu só tenho que reencontrar esses sentimentos, o que para mim é difícil nessa superfície", disse o tenista que fez semi em Monte Carlo em 2019.

Ele teve que ficar fora de Mônaco e Barcelona por contrair COVID-19 e só estreia na superfície em Madri o qual comenta sobre a altitude: “Acho que a altitude pode me ajudar. Estas quadras de Madrid são as mais comparáveis ​​às superfícies duras devido a essas condições, porque este saibro é mais rápido e o saque também pode atingir uma velocidade mais elevada. Então esse é um dos fatores que me deixa mais confortável neste torneio. Você tem que ver como me sinto no primeiro jogo, porque será muito importante ganhar confiança."

"Meu principal objetivo é ir passo a passo. Tanto aqui, em Roma, como em Roland Garros, o objetivo é vencer pelo menos um jogo. Embora, é claro, quando chego a um torneio meu objetivo seja vencer, estou ciente de que tenho que ir passo a passo. É importante se adaptar a essas quadras e, acima de tudo, mostrar um bom tênis. Quando eu mostro um bom tênis, sou capaz de vencer grandes partidas".

Sobre o COVID, ele comentou: "Eu me sinto bem, essa é a primeira coisa. Se não, eu não teria vindo aqui. Peguei um resfriado forte, meu nariz e garganta estavam bloqueados e me senti fraco por alguns dias, mas nada além disso. Os primeiros quatro ou cinco dias não foram fáceis, depois de passar quase dez dias na cama. Mas estou feliz com a semana e meia de treinamento que tive para me preparar para este torneio."

banner
banner
banner