X

Popyrin recusa ir ao US Open e critica Roland Garros com público

Quarta, 08 de julho 2020 às 09:40:05 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista ao site Tennis Major, o australiano Alexei Popyrin, 103º do ranking da ATP, afirmou que não irá ao US Open, dada a situação da crise sanitária da COVID-19 no país. O tenista ainda criticou a ideia de realizar Roland Garros com público



"Eu nunca quis ir jogar o US Open", revelou o tenista que estaria entre os garantidos no torneio dado o congelamento do ranking em março deste ano e a decisão de classificar os 120 primeiros do mundo e outros oito convites em cada uma das chaves. "Pra mima  situação que está acontecendo agora na América é duro de ir e jogar o US Open. Acho que é um grande risco pra todo mundo que for e jogar", opinou e seguiu revelando conversas com colegas: "Eu tenho conversado com alguns que têm medo do vírus, outros não. Alguns acham que é apenas uma farsa, temos de esperar e ver quantos jogadores irão".

 

O tenista, que treina na França na academia de Patrick Mouratoglou comentou também da realização de Roland Garros: "Eles disseram que planejavam jogar com torcedores, o que é um pouco angustiante. Acho que depois do que vimos na Adria Tour, com Novak Djokovic e sua gira, e também em Atlanta (torneio organizado por John Isner) com Frances Tiafoe contaminado (a competição continuou sem Tiafoe e terminou no domingo). Ambos jogaram com os torcedores, é uma situação difícil de se jogar. Ter torcedores, eu acho muito arriscado”, completou.

banner
banner