X

Judy Murray relata 'trauma' causado por críticas de Becker

Quinta, 02 de julho 2020 às 16:36:47 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A mãe dos ex-números 1 de simples e duplas,respectivamente Andy e Jamie, relatou um trauma que sofre e que afetou sua relação com os filhos e suas participações em torneios do circuito profissional após críticas de Boris Becker.



A treinadora, que formou os dois filhos como atletas profissionais. relatou em entrevista a um podcast da BBC da Escócia a situação, quando o tema em discussão era "saúde mental". Judy recordou críticas feitas pelo alemão Boris Becker logo após Murray perder a final do Australian Open para o sérvio Novak Djokovic pelo segundo ano consecutivo.

Na ocasião, Becker disse que Andy precisava "deixar a mamãe" caso quisesse vencer um Grand Slam: "Ele não precisa de grandes mudanças. É a decisão certa para a mãe dele e toda a equipe estar por perto? Talvez ele precise de alguém por perto que ganhou um Grand Slam", disparou.

Judy contou ao podcast: "Não sei se perdoarei Boris Becker por isso. Ele nunca se desculpou. Acho que ele nunca entenderia como ele me fez sentir. Liguei para ele alguns anos depois. Pensei que era certo deixá-lo saber quanto dano ele me causou ao fazer algo assim", revelou a escocesa.

Judy Murray conta como ficou ciente da fala de Becker quando viu a manchete do jornal Daily Mail com as falas do alemão em uma banca de jornais na rua onde mora. "Fui para casa, não saí por três dias e realmente lutei com isso.

Boris Becker é uma figura tão grande no tênis que pensei: 'As pessoas vão pensar que ele sabe do que está falando, vão achar que é minha culpa'. E, na verdade, eu quase nunca fui aos torneios", recordou.

"A maioria dos jogadores tem seus pais ou familiares no Grand Slams. Estes são os eventos em que você precisa de mais apoio emocional. É incrivelmente importante", destaca ela que pontua que precisou de muito "bom senso" e "autocrítica" para conviver com a situação.

Judy viu o filho Andy perder as quatro primeiras finais de Grand Slam que disputou na carreira antes de sagrar-se campeão do US Open em 2012. Seu filho mais novo é ainda bicampeão olímpico (Londres 2012 e Rio de Janeiro 2016) e bicampeão em Wimbledon (2013 e 2016). Jaime, seu filho mais velho especialista em duplas, tem sete títulos do Grand Slam.

"Eu recebi muitas críticas simplesmente por ser uma mulher competitiva que estava batendo o punho (vibrando) vendo o filho jogar da mesma maneira que eu havia feito toda a sua vida jogando tênis", acrescentou.

"Eu estava sendo apontada por pessoas que nunca me conheceram, nunca souberam o que havíamos passado. (Isso) Me fez sentir que havia algo errado em ser mãe competitiva, enquanto que, se eu fosse um pai competitivo, seria aplaudida", completou.

banner
banner