X

Coric admite não conhecer Wild: 'Preciso fazer meu dever de casa'

Terça, 18 de fevereiro 2020 às 22:01:35 AMT
Tênis Profissional

Número 32 do mundo e quinto favorito, uma das grandes atrações do Rio Open, o croata Borna Coric venceu o argentino Juan Londero, 61º, por 7/6 (7/5) 7/5 e vai enfrentar o brasileiro Thiago Wild, 206º, pelas oitavas de final.



O croata destacou não conhecer o paranaense que treina no Instituto Tennis Route: "Não vi nada do Wild, só no Instagram como ele salvou três match-points pois a ATP publicou isso, foi a primeira coisa que vi hoje cedo. Preciso fazer meu dever de casa, nunca o vi jogar, preciso ver alguns jogos dele assim como meu time e me dar conta de como posso jogar". Sem dúvida ele virá motivado e muito bem, quando se está jogando em casa com torcida se joga umas 10 vezes melhor", disse o croata que já jogou com torcida contra em uma Copa Davis em 2015 em Florianópolis, levando o time croata nas costas.
"Eu lembro, foi incrível, lembro da torcida, estava uma atmosfera ótima, não tinha muita gente, talvez umas 3, 4 mil pessoas, torcedores colocando pressão em mim, era mais jovem, mais imaturo, tive alguns conflitos com o público, mas é normal. Sempre gosto dessas atmosferas".
Coric comentou sobre as duras condições cariocas. Nesta terça-feira a temperatura ficou em torno dos 33º C com sensação térmica ainda maior. Ele descreveu como das piores que já enfrentou: "Não lembro a última vez que joguei em condições tão úmidas, depois de dois ou três games estava completamente molhado , sentiai que precisava mudar de roupa e não podia fazer isso no meio do set, estava bem duro, mas ao mesmo tempo foi bom pois prepara seu corpo para o ano inteiro. Não acho que possa ter pior lugar para jogar, talvez em Miami que seja igual. Foi duro, mas consegui de alguma forma avançar".