X

Nadal: 'Gosto de Kyrgios na Austrália, aqui tem atitude positiva'

Segunda, 27 de janeiro 2020 às 09:28:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após a partida dura contra o australiano Nick Kyrgios, o espanhol Rafael Nadal concedeu entrevista em quadra a John McEnroe e elogiou o espírito do australiano em quadra. Rafa ainda previu um jogo duro contra Dominic Thiem e faloud e Kobe Bryant.



Ídolo do esporte norte-americano, McEnroe iniciou a entrevista questionando Nadal a respeito da notícia que abalou o mundo dos esportes, o acidente aéreo que tirou a vida do astro do basquete Kobe Bryant, sua filha Gianna Maria [Gigi] de apenas 13 anos, o treinador da garota, sua esposa e filha, colega de 'Gigi' no time de basquete da escola: "Eu acordei com essa notícia terrível. É muito difícil quando isso acontece. Ele foi um dos grandes atletas da história, não importa o esporte. Ele merece receber um grande aplauso", incitou o público que respondeu.

Questionado se era próximo de Bryant, Nadal pontuou: "Eu nunca passei muito tempo com ele, mas eu o conheci. Eu tenho um grande amigo, que jogou por ele por anos, Pau Gasol, e ele sempre me dizia como era o espírito de Bryant com a equipe, a forma como ele se dedicava, o quanto ele sabia que inspirava as crianças e respeitava isso. Falava do seu amor e respeito pelo esporte. É sobre isso que precisamos lembrar, a história que ele construiu ficará para sempre".

Quando questionado sobre a partida desta noite na Austrália, Rafa pontuou: "Foi um jogo muito difícil. Em um confronto contra Nick, você nunca sabe o que vai se passar, um erro pode ser crucial, como foi no segundo set. E ele é um grande talento e ele mostrou isso, num game muito perigoso, no 5/4, e me pressionou. Quando ele tem atitude assim, positiva, focado, dedicado ao jogo, mostrando seu talento, ele é um grande jogador. Eu o encorajo a jogar assim sempre e a todos que estão a sua volta a fazer o mesmo. Eu gosto muito do Nick jogando aqui em Melbourne, ele sempre é positivo".

"Ele tem um saque muito forte, incluindo o segundo serviço, você não sabe necessariamente o que ele vai fazer. Então quando eu tentei devolver a bola mais dentro de quadra, ele percebia e tentava diminuir minha atitude, meu tempo de reação da bola e isso dificulta a devolução muito, inclusive para responder a bola seguinte", resumiu o espanhol.

Perguntado sobre o apoio recebido da torcida, mesmo jogando contra um local, Nadal pontuou: "Eu sempre digo isso, eu amo vir aqui. A Austrália é um lugar onde eu sempre recebo apoio, é um lugar onde me respeitam e eu preciso agradecer vocês por isso: Obrigado pelo apoio, carinho e respeito que sempre têm por mim".

Por fim, o espanhol foi questionado sobre o próximo encontro, valendo vaga na semifinal, contra o austríaco Dominic Thiem: "Estou feliz feliz com a vitória de hoje. Estou feliz que vou poder jogar mais um jogo nessa quadra maravilhosa. Thiem é um adversário muito duro. Nos conhecemos muito, ele é um bom amigo do circuito, tem um ótimo caráter, é lutador, tem jogo muito interessante, é muito bom jogador. Ontem contra Pablo [Carreño], amanhã contra Thiem, mais um amigo, esse tipo de confronto nos dá diferentes emoções, mas eu vou me dedicar e vamos ver o que acontece".