X

Stefani tenta quebrar jejum na madrugada deste domingo

Sábado, 25 de janeiro 2020 às 15:09:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Um dia após emplacar a primeira vitória em um Grand Slam na carreira, Luisa Stefani conseguiu a segunda vitória em Melbourne, na Austrália, e garantiu vaga nas oitavas de final. O torneio é um dos quatro mais importantes do mundo.



A número 66 do mundo e primeiro do Brasil e a americana Hayley Carter superaram as chinesas Xinyun Han e Lin Zhu por 6/2 7/5 após 1h27min de duração.

"Mais um dia bom pra gente, tivemos um jogo mais duro , deu uma atrapalhada algumas horas, mas nos saímos super bem emuito feliz com essa vitória. Jogo duro agora nas oitavas, demos um treino após a segunda rodada e deu para fazer alguns ajustes. Estamos muito motivadas para mandar bem de novo", disseStefani.

Elas vão em busca de vaga nas quartas de final contra as cabeças de chave 6, a canadense Gabriela Dabrowski e a letã Jelena Ostapenko, em partida agendada para meia-noite na virada deste sábado para domingo, horário de Brasília, 14h no horário de Melbourne.

Se vencer, Stefani vai quebrar jejum que dura 38 anos nas duplas no tênis feminino brasileiro. As últimas a atingirem quartas de um Slam nas duplas foramfoi Patrícia Medrado e Cláudia Monteiro em Wimbledon em 1982, jogando juntas.

Na primeira rodada a dupla da brasileira bateu as cabeças de chave 9, as chinesas Yinying Duan e Saisai Zheng também em dois sets por 6/3 6/2.

Com a campanha, Luisa vai garantindo vaga entre as 60 melhores do mundo e se for às quartas de final entrará no top 50. Ela é a melhor classificada do Brasil na história do ranking mundial na modalidade

Stefani foi top 10 juvenil em 2015 e desde 2019 disputa o circuito profissional integralmente após passar pelo circuito universitário americano onde atuou pela renomada Pepperdine University e chegou a ocupar o 2º lugar no ranking dos atletas universitários dos Estados Unidos.

Ela tem um título nível WTA em Tashkent, no Uzbequistão, e um vice em Seul, na Coreia do Sul. Com o melhor ranking 65 ela se tornou a brasileira melhor colocada na história nas duplas desde a criação do mesmo na década de 70.