X

40-Love – A longevidade vencedora de Serena Williams

Quarta, 22 de janeiro 2020 às 19:41:06 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Marden Diller – No ano em que completa 39 anos de idade — a mesma do suíço Roger Federer — a norte-americana Serena Williams conquistou o título no WTA International Auckland, seu 73º, e estabeleceu uma marca histórica.



Assim como Federer, Serena é a detentora de grandes recordes no circuito feminino, dentre eles o de maior vencedora de torneios de Grand Slam na Era Aberta, com 23 títulos, a apenas uma conquista de igualar o recorde histórico da australiana Margaret Court.

Com o título em Acukland, a norte-americana deu mais um passo em busca do recorde de quarta maior vencedora da história, que também pertence à Margaret Court, com 92 triunfos, além de colocá-la como a primeira mulher na Era Aberta a conquistar troféus em quatro décadas diferentes.

A primeira conquista de Serena na elite do tênis mundial veio ainda no ano de 1999, quando ela tinha quatro anos como profissional, no extinto torneio Premier de Suez. A decisão também foi a primeira disputada em sua carreira, superando a francesa Amélie Mauresmo.

Ainda naquele ano, a tenista de 18 anos conquistou outros quatro títulos em cinco finais disputadas, dentre eles o Premier Mandatory de Indian Wells, o US Open e a também extinta Grand Slam Cup.

O período entre o primeiro e o último título também são impressionantes, 21 anos separam o título em Suez do título em Auckland, um recorde também entre as mulheres, número que será difícil de ser superado.

Enquanto Roger Federer foi o primeiro a ter vitórias em quatro décadas diferentes, Serena segue voando baixo na disputa do Australian Open e pode matar dois coelhos uma cajadada só no próximo dia 1º de fevereiro.

Finalista em quatro dos últimos oito Grand Slams — US Open e Wimbledon 2018 e 2019 — a norte-americana está jogando seu melhor tênis desde que teve sua primeira filha e busca, na Austrália, o 24º major.

Caso o feito se concretize, Serena se tornará o primeiro ser humano em toda a história do esporte a conquistar um título de Grand Slam em quatro décadas diferentes, além de igualar o recorde de Margaret Court, que não conquistou todos os 24 títulos na Era Aberta do tênis.

Apesar de já possuir uma carreira quase que irrepreensível, os novos recordes possíveis para a ex-número 1 do mundo assustam, assim como os números que ela provavelmente não conseguirá superar, como os 167 títulos em simples de Martina Navratilova ou suas 1442 vitórias na carreira.