X

Shapovalov está furioso com punição recebida: 'É horrível'

Segunda, 20 de janeiro 2020 às 08:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Logo após ser derrotado na estreia do Australian Open pelo húngaro Marton Fucsovics, o canadense Denis Shapovalov conversou com a imprensa e reclamou do árbitro de cadeira, que o puniu com código de violação de conduta.



"Eu cheguei estar uma quebra a frente no quarto set. Ele não posso lhe tirar nenhum mérito, Ele jogou incrivelmente bem no tiebreak do quarto set. Ele esteve super sólido durante todo o jogo", declarou ele, reconhecendo a superioridade de Fucsovics. 

Questionado sobre o "código de violação de conduta" (umas das maiores punições que um atleta pode receber em quadra, gerando perda de pontos e até games) que tomou durante a partida ao atirar sua raquete no chão (imagem abaixo), Shapovalov foi severo na análise da punição: "Eu acho que foi uma péssima marcação. A regra que eu conheço fala 'se eu quebrar minha raquete' tenho de receber o código de violação de conduta, mas eu não deveria ter sido punido. A raquete está intacta. E ele age como se eu tivesse feito aquilo umas três vezes. Isso não é como as coisas funcionam", declarou o canadense.

Na sequência, o jornalista o questionou sobre como teria se justificado o árbitro da partida: "Ele apenas disse que eu não deveria ter feito isso, que por isso me puniria. O que é uma coisa terrível", pontuou ele que pode ser multado em até US$ 20 mil pela punição recebida.

O canadense seguiu falando da partida e voltou a ser questionado se os atletas precisam mesmo melhorar o controle emocional em quadra: "Definitivamente não acho que o que fiz foi errado. Eu quero dizer, eu tenho tentado fazer o que você comentou, descarregar atenção ajuda você estar relaxado. Novamente, eu não quebrei minha raquete, eu não fiz nada que merecesse a punição [código de conduta]. Isso [a punição] é horrível. Eu serei multado por causa da punição dele. E ele apenas fez a chamada porque sentiu que deveria fazer"

 

 

"Novamente, eu não acho que o que eu fiz foi errado.