X

Metade do top 10 de 2019 é formado por estreantes da lista

Segunda, 25 de novembro 2019 às 09:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Com o fim da Copa Davis, o ano na elite do tênis masculino realmente acabou e todos os dados da temporada estão consolidados. Um dos mais impressionantes é a respeito da 'renovação' da lista dos 10 melhores, que é formada pela metade de estreantes.



pesar do número importante de cinco atletas fechando o ano no top 10 do ranking da ATP nunca terem estado ali, o top 3, sequencialmente formado pelo espanhol Rafael Nadal, o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer, voltou a repetir o feito entre 2007 e 2011 no qual os três tenistas, em posições alternadas a de agora, preenchiam a lista dos três melhores do mundo no fim do ano.

A novidade está na presença de quatro atletas abaixo dos 23 anos de idade, o que acontece pela primeira vez desde 2009. Naquela oportunidade o top 10 tinha Nadal (23 anos), Djokovic (22), o escocês Andy Murray (22) e o argentino Juan Martín Del Potro (21).

Este ano, os quatro jovens são liderados pelo russo Daniil Medvedev (23), o grego Stefanis Tsitsipas (21), o alemão Alexander Zverev (22) e o italiano Matteo Berrettini (23). Destes, apenas Zverev já havia fechado o ano como top 10.

A lista dos dez melhores do mundo tem como estreantes, além de Medvedev, Tsitsipas e Berrettini, os veteranos: o espanhol Roberto Bautista Agut (31 anos) e o francês Gael Monfils (33). 

Monfils já havia sido top 10 em outras oportunidades, com melhor colocação da carreira como sexto do mundo em novembro de 2016, entretanto esta é a primeira vez que ele finaliza o ano entre os dez melhores.

Confira o top 10 ao fim de 2019:

1 - Rafael Nadal (ESP)
2 - Novak Djokovic (SRB)
3 - Roger Federer (SUI)
4 - Dominic Thiem (AUT)
5 - Daniil Medvedev RUS)
6 - Stefanos Tsitsipas (GRE)
7 - Alexander Zverev (ALE)
8 - Matteo Berretini (ITA)
9 - Roberto Bautista Agut (ESP)
10 - Gael Monfils (FRA)