X

Com vitórias de Pella e Schwartzman, Argentina atropela Chile em Madri

Terça, 19 de novembro 2019 às 10:25:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A quadra central da Caja Mágica de Madri, na Espanha, recebeu no inicio desta tarde o confronto entre Argentina e Chile, um clássico sul-americano, pela Copa Davis, que viu a equipe celeste fazer valer sua experiência diante da juventude dos chilenos.



A equipe comandada pelo campeão de Roland Garros (2004) Gastón Gaudio, abriu o confronto com Guido Pella, 25º do ranking da ATP, superando após 1h15 o chileno Nicolas Jarry, 77º, com placar de 6/4 6/3 tendo convertido cinco aces contra sete do rival, que disparou 39 erros não-forçados contra 16 do argentino, que sete bolas vencedoras contra 17 do jovem.

Após a partida, Pella confirmou estar nervoso em quadra, em razão de ser piso rápido na altitude, e também ser a estreia e se surpreendeu com uma vitória tão rápida: " Inacreditável porque foi um jogo difícil pra mim, estive muito nervoso o jogo todo. Madri é uma cidade difícil, então, eu estava lutando um pouco, brigando por cada bola e essa foi a chave da vitória".

O Chile comandado pelo ex-número 1 do mundo Marcelo Ríos contou com Christian Garin, 33º, que acabou dominado no duelo entre os números 1 do país por Diego Schwartzman, 14º, após 1h11 com placar de um duplo 6/2 tendo disparado cinco aces contra um do chileno, que cometeu 35 erros não forçados e bateu apenas seis bolas vencedoras contra nove do argentino que disparou 17 erros não-forçados. 

O argentino abriu 5/0 nos dois sets e viu o rival buscar a reação, mas resistiu naquela que para ele foi de suas melhores performances no ano. "É fim de temporada e acho que este foi um dos meus melhores jogos no ano. Guido me ajudou dando confiança com sua vitória", declarou.