X

Murray garante que não deve jogar com o irmão, Jamie, nas Olimpíadas de 2020

Quinta, 17 de outubro 2019 às 12:36:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Duas vezes medalhista olímpico em simples, o britânico Andy Murray revelou que, apesar de ter tido bons resultados nas duplas em 2019, não deverá atuar ao lado de seu irmão, Jamie, especialista na modalidade, nas Olimpíadas de Tóquio.



“Não é um acordo fechado de que jogaremos juntos. Ele está numa fase muito boa com seu parceiro (Neal Skupsky, também britânico) e se eu tiver um jogo de simples como tive contra De Minaur (em Zhuhai, com 2h42 de duração), na forma que estou agora, não há chance alguma de jogar duplas em seguida”, explicou o britânico em conversa com o jornal Daily Mail.

“Além do mais, não estamos tão bem em quadra, como uma dupla, pois as Olimpíadas só aparecem de quatro em quatro anos. Nunca jogamos juntos de forma corriqueira, então apenas nos juntamos e vemos no que dá. Não é a forma correta de se preparar para os Jogos Olípicos”, pontuou o britânico, medalhista de ouro em Londres 2012 e Rio 2016.