X

Brasil Open perde data e ATP 250 vai para Santiago, no Chile

Quarta, 16 de outubro 2019 às 06:13:19 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Realizado desde o início dos anos 2000 na Costa do Sauípe (BA) e posteriormente em São Paulo, o Brasil Open será extinto e passará para as mãos da cidade de Santiago, no Chile, a partir de 2020. A informação é do jornal chileno La Tercera.



De acordo com a publicação foi um ano de negociações entre a Octagon, dona da data, e Jaime Filliol, que será o diretor do evento e intermediou as negociações com apoio do Ministério dos Esportes do Chile. O torneio acontecerá a partir do dia 24 de fevereiro.

O anúncio oficial será feito no dia 20 de novembro quando a ATP colocará o calendário do ano que vem.

“Manifestamos para a ATP que nos encantaria voltar a ter novamente um torneio no Chile e eles (Octagon) nos contactaram. Quiseram ver se era factível e assim fomos conversando onde a Ministra esteve envolvida. Assim terminou dando a aliança entre a Octagon e nós", disse Catalina Fillol, uma das sócias da empresa de Jaime.

Com a notícia, o circuito sul-americano terá dois eventos na Argentina em Córdoba e Buenos Aires, o Chile uma em Santiago e o Brasil apenas o Rio Open. Nosso país já teve dois ATPs e dois WTAs na última década com a realização do WTA do RioOpen e de Florianópolis - ambos extintos.

Santiago foi o palco do primeiro título de Thomaz Bellucci em 2010 e a cidade recebeu apenas aquele ATP voltando a ser realizado em Viña del Mar até xxx.

O Brasil Opencomeçou em 2001 sobre o piso duro com Jan Vacek como campeão, teve Gustavo Kuerten vencedor em 2002 e em 2004 já no saibro. Em 2005 Rafael Nadal conquistou um de seus primeiros títulos e voltou a vencer já em São Paulo em 2013. Pablo Cuevas foi tricampeão entre 2015 e 2017 e Nicolas Almagro também somou três canecos entre 2008, 2011 e 2012.