X

Halep confessa que nunca sentiu pressão quando era número 1

Domingo, 29 de setembro 2019 às 18:46:26 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após fazer a estreia no WTA Premier Mandatory de Pequim neste domingo, a romena Simona Halep conversou com a imprensa sobre o fato de não estar em sua melhor forma, que a levou à liderança do ranking e comentou sobre a atual temporada.



“Uma lesão nas costas é sempre muito complicada, já que te impede de se mover com naturalidade, além de causar uma forte dor em algumas posições como no saque. Tive um problema similar em 2008 e sei como é”, começou dizendo a tenista.

Apesar de ainda faltar algum tempo, a romena aproveitou para confirmar seu desejo de jogar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, inclusive nas duplas mistas. “Tenho em mente disputar todas as modalidades. É por isso que decidi que ano que vem jogarei todos os Grand Slams nas duplas mistas com um tenista que ainda não decidi. É certo que já havia planejado fazer isso no US Open, mas desisti de última hora. Mas ano que vem estarei no Australian Open, Roland Garros e Wimbledon”.

Por fim, falou da pressão de ser número 1 do mundo e até mesmo para voltar ao posto. “Nunca senti pressão por estar no topo do tênis mundial. Sei que meu treinador me dizia sempre que havia um grande número de jogadoras lutando para me desbancar do primeiro posto, mas nunca senti essa pressão que muitas dizem ter. Ao contrário, gostei muito de estar liderando o circuito e espero poder voltar a liderar um dia. Agora, para mim, isso é algo secundário, já que meu foco está em ganhar torneios, sobretudo Grand Slams”.